Todos sabemos que para produzir um filme todas as precauções são devidamente tomadas, e em varias cenas, o uso do dublê é indispensável.

No entanto, erros acontecem, e acaba causando a morte desses profissionais. Nessa lista separamos para vocês cinco mortes causadas durante as gravações de um filme.

Começamos com um clássico do cinema. Tudo começou quando o longa de 1959 foi cercado por um rumor de anos, que dizia que um dos atores teria morrido na cena da corrida de brigas, porém, o boato morreu quando um dos membros da equipe disse que as cenas reais da corrida foram feitas com bonecos. A verdade é que aconteceu uma morte, mas no primeiro filme, lançado em 1925, no qual as rodas de uma das bigas quebraram e um dublê foi morto.

Ben-Hur

O filme contou com duas mortes durante as filmagens. Primeiro, o técnico de efeitos especiais, Conway Wickliffe foi morto quando a 4×4 que dirigia na cena de perseguição se chocou contra uma árvore. Ainda vivo, Wickliffe tentou sair do carro pela janela onde operava a câmera, porém outro técnico de efeitos especiais não percebeu a curva e se chocou com o carro e a árvore, matando Wickliffe. A segunda morte aconteceu quando um figurante sofreu um infarto no ensaio de uma cena de luta.

Batman – O Cavaleiro das Trevas

O filme, de 1986, teve uma de suas cenas cercada de mistérios. Art Scholl, um renomado piloto acrobático, que teve de fazer a famosa cena do giro, um dos momentos mais angustiantes do filme acabou morrendo durante a execução da cena.  O ministério fica ainda maior, porque seu corpo e o aivão nunca foram encontrados. O último contato do piloto com a base foi informando de que havia um problema “Eu tenho um problema aqui… um problema real”, minutos antes da aeronave se chocar com o Oceano Pacífico. Até hoje não se sabe o que aconteceu.

Top Gun – Ases Indomáveis

O filme levou a morte do dublê e paraquedista Harry O’Connor, enquanto fazia uma cena no lugar de Vin Diesel. No entanto, diferente dos outros filmes que tiveram casos parecidos e que acabam optando por não colocar a morte dos atores no corte final do filme, o diretor Rob Cohen resolveu incluir a cena.

Triplo X

O’Connor era puxado por um barco em alta velocidade, enquanto estava montado em uma asa-delta. Ele devia pousar em um submarino, mas acabou batendo na coluna de uma ponte, e morreu com graves lesões. O diretor do filme, no entanto, resolveu deixar a cena pois, para ele, o olhar de pavor no rosto dos atores não conseguiu ser captado nas demais cenas.

O filme sofreu com vários problemas durante suas gravações. Stallone quebrou o pescoço e apanhou tanto de Dolph Lundgren que teve de ser hospitalizado, e Steven Austen quase perdeu uma perna por ficar próximo de uma explosão controlada. Porém, em outra explosão, um dublê Kun Liu foi morto e outro foi gravemente ferido. Os familiares dos dois processaram o estúdio, acusando-o de não ter feito um set adequado para as cenas.

Mercenários 2