Por que a Dinamarca está retendo o Gmail e o Google Drive nas escolas?

A Dinamarca proibiu o uso de produtos do Google nas escolas.

Por que a Dinamarca está retendo o Gmail e o Google Drive nas escolas?
Por que a Dinamarca está retendo o Gmail e o Google Drive nas escolas?

Recentemente, a Dinamarca proibiu o uso de produtos do Google (incluindo Gmail, Google Docs, Calendar e Google Drive) nas escolas porque não estariam em conformidade com o regulamento europeu de proteção de dados. 

Segundo a imprensa local, o regulador dinamarquês é o mais recente a estabelecer que o manuseio do Google de transferências internacionais de dados viola o GDPR. Foi apurado que o país interrompe os serviços do Google nas escolas devido aos riscos de transferência de dados.

VEJA TAMBÉM:

Em uma decisão publicada na semana antepassada, a agência dinamarquesa de proteção de dados Datatilsynet determinou que o processamento de dados envolvendo alunos que usam o pacote de software Workspace baseado em nuvem do Google – que inclui Gmail, Google Docs, Agenda e Google Drive – “não atende aos requisitos” da o GDPR, o Regulamento de Privacidade de Dados da União Europeia. Techcrunch relata isso.

Por que a Dinamarca está retendo o Gmail e o Google Drive nas escolas?
Por que a Dinamarca está retendo o Gmail e o Google Drive nas escolas?

A Start Magazine relata que as escolas em toda a Dinamarca usam laptops Google Chromebook e, por extensão, Google Workspace. A decisão da Agência Dinamarquesa de Proteção de Dados, Datalisynet, segue uma avaliação de risco do processamento de dados pessoais por escolas primárias no município de Helsingør, no nordeste da Dinamarca.

Em particular, a autoridade dinamarquesa descobriu que o contrato de processamento de dados – ou os termos e condições do Google – aparentemente permite que os dados sejam transferidos para outros países com a finalidade de fornecer suporte, mesmo que os dados sejam normalmente armazenados em um dos data centers da Google na UE.

Como aponta o Techcrunch, a Dinamarca é o mais recente de vários países europeus a tentar regular o que consideram uma violação do GDPR pelo Google. A decisão da Datalisynet segue os movimentos de outros reguladores europeus, como os franceses e austríacos, em relação ao Google Analytics.

O último foi o Garantidor de Privacidade italiano que estabeleceu que o site que usa o serviço Google Analytics, sem as garantias fornecidas pelo Regulamento da UE, viola a legislação de proteção de dados porque se transfere para os Estados Unidos.

A equipe da Start Magazine reporta que, a partir de 3 de agosto, as organizações do setor público de Helsingør serão proibidas de usar o Google Workspace, que inclui o Gmail e o pacote de aplicativos Google Docs, bem como seus laptops Chromebook.

A Start confirma que embora esta última decisão tecnicamente se aplique apenas às escolas de Helsingør, por enquanto, a Datatilsynet observa que muitas das conclusões alcançadas “provavelmente se aplicarão a outros municípios” usando o Google Chromebooks e o Workspace.

O órgão dinamarquês espera que esses outros municípios “tomem medidas relevantes” com base na decisão tomada em Helsingør. A proibição entra em vigor imediatamente, mas Helsingør tem até 3 de agosto para excluir os dados do usuário.

Sobre a confusão, a investigação do regulador de comunicações dinamarquês concluiu que os dados pessoais de cidadãos dinamarqueses que usam Workspace e Chromebooks são transferidos para servidores baseados nos EUA sem o nível apropriado de anonimização. Portanto, em violação do GDPR.

A posição do GOOGLE

Um porta-voz do Google disse ao TechCrunch:

“Sabemos que estudantes e escolas esperam que a tecnologia que usam seja legalmente compatível, responsável e segura. É por isso que há anos o Google investe em práticas recomendadas de privacidade e avaliações de risco diligentes e disponibiliza amplamente nossa documentação para que qualquer pessoa possa ver como ajudamos as organizações a cumprir o GDPR.”

“As escolas têm seus próprios dados. Apenas processamos os seus dados de acordo com os nossos contratos com eles. No Workspace for Education, os dados dos alunos nunca são usados ​​para publicidade ou outros fins comerciais. Organizações independentes auditaram nossos serviços e mantemos nossas práticas sob constante revisão para manter os mais altos padrões possíveis de segurança e conformidade”, acrescentou o Google.

Por que a Dinamarca está retendo o Gmail e o Google Drive nas escolas?
Por que a Dinamarca está retendo o Gmail e o Google Drive nas escolas?

Nerd Site agora tem um canal no Telegram – Participe para receber e discutir sobre as principais notícias da cultura pop (t.me/nerd_site).

Vanderlei Tenório
Jornalista, colunista/comentarista de cinema, correspondente freelance de veículos portugueses, pesquisador (Geografia Popular - IGDEMA/UFAL), bacharelando em Geografia (IGDEMA/UFAL) e editor/criador do Cinema e Geografia (CINEGEO). 6 vezes nomeado ao Prêmio Ibest.