Nova descoberta torna o Monstro do Lago Ness ‘plausível’

Um plesiossauro tem semelhança com a representação popular da suposta criatura.

Nova descoberta torna o Monstro do Lago Ness 'plausível'
Nova descoberta torna o Monstro do Lago Ness ‘plausível’

De acordo com a BBC, pesquisadores da Universidade de Bath sugeriram na revista  Cretaceous Research  que era “plausível” um plesiossauro – um réptil pré-histórico com um pescoço longo e fino – poderia ter vivido no lago escocês conhecido como Loch Ness.

O anúncio ocorre depois que pesquisadores identificaram fósseis de plesiossauros em um sistema fluvial de 100 milhões de anos no deserto do Saara, no Marrocos, indicando que os répteis podem ter vivido em água doce e não apenas na água do mar, como se pensava anteriormente.

VEJA TAMBÉM:

Como observado pelo Independent, os céticos de um monstro do Lago Ness muitas vezes apontaram que um plesiossauro – que tem uma semelhança com a representação popular da suposta criatura – não poderia ter vivido no lago, pois acreditava-se que eles só viviam em áreas com água do mar.

“É um pouco controverso, mas quem pode dizer que, porque nós paleontólogos sempre os chamamos de ‘répteis marinhos’, eles tiveram que viver no mar?” disse o Dr. Nick Longrich do Milner Center for Evolution da universidade, pela BBC. “Muitas linhagens marinhas invadiram a água doce.”

No resumo do relatório, os pesquisadores disseram que suas descobertas sugerem que “plesiossauros e outros répteis marinhos frequentemente exploram ambientes não marinhos”.

“Ossos isolados realmente nos dizem muito sobre ecossistemas antigos e animais neles”, explicou Longrich, segundo a BBC. “Eles são muito mais comuns do que esqueletos, eles fornecem mais informações para você trabalhar.”

Ele continuou:

“Os ossos e dentes foram encontrados espalhados e em diferentes localidades, não como um esqueleto. Portanto, cada osso e cada dente é um animal diferente. Temos mais de uma dúzia de animais nesta coleção.”

Cientistas – e criptozoologistas ansiosos – ainda não encontraram evidências diretas de que um plesiossauro ou criatura semelhante a um plesiossauro viveu no Lago Ness. Mas a descoberta recente significa que não é impossível que alguém pudesse ter vivido lá milhões de anos antes da chegada dos humanos.

Nova descoberta torna o Monstro do Lago Ness 'plausível'
Nova descoberta torna o Monstro do Lago Ness ‘plausível’

“O registro fóssil também sugere que depois de quase cento e cinquenta milhões de anos”, explicou Longrich à BBC, “os últimos plesiossauros finalmente morreram ao mesmo tempo que os dinossauros”.

[via People]

Nerd Site agora tem um canal no Telegram – Participe para receber e discutir sobre as principais notícias da cultura pop (t.me/nerd_site).

Vanderlei Tenório
Jornalista, colunista/comentarista de cinema, correspondente freelance de veículos portugueses, pesquisador (Geografia Popular - IGDEMA/UFAL), bacharelando em Geografia (IGDEMA/UFAL) e editor/criador do Cinema e Geografia (CINEGEO). 6 vezes nomeado ao Prêmio Ibest.