Empresa criadora de ‘Ghost In the Shell’ comenta polemica sobre Scarlett Johansson

A estreia está marcada para 31 de Março de 2017.

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Depois que Scarlett Johansson foi escolhida para estrelar o filme de mesmo nome do jogo de video game, Ghost In The Shell, a polêmica afirmou que o rosto de Scarlett seria alterado digitalmente para ela parecer mais asiática.

Agora, o Sam Yoshiba, o diretor da editora Kodansha Comics, afirmou que nunca imaginou outra atriz para o papel. Ele explicou a escolha da sensacional Johansson para o papel da Major.

“Olhando para sua carreira até agora, Scarlett Johansson é ótima para o elenco. Ela tem o sentimento cyberpunk. E nós nunca imaginamos que seria uma atriz japonesa, em primeiro lugar. Se trata de uma adaptação para ser vista no mundo todo e que é inspirada em uma propriedade japonesa”, afirmou.

Michael Pitt (‘Violência Gratuita’, ‘Hannibal’) vai interpretar o vilão The Laughing Man, um hacker terrorista que é fascinado pelo livro ‘O Apanhador no Campo de Centeio‘, de J. D. Salinger. Ele é metade humano, metade máquina. Beat Takeshi está confirmado como Daisuke Aramaki, o Chefe da Sessão 9.

A direção será de Rupert Sanders. Já a estreia está marcada para 31 de Março de 2017.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Vitor Cayres
Fundador, formado em Publicidade e Propaganda, paulista e, enquanto não consegue ir para Marte, acredita que um dia teremos respostas sobre as origens dos Aliens.