Durante divulgação do filme “King Cobra”, James Franco disse ser um pouco gay

O longa estreou em um festival de filmes nos Estados Unidos e vem causando polêmica por causa de algumas cenas de sexo.

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Durante a divulgação de seu novo filme, James Franco voltou a tocar no assunto “sua sexualidade”. O ator que vem divulgado o filme King Cobra, deu uma uma declaração ao Vulture para deixar os interessados nele ainda mais instigados.

“Há um interesse além do normal na minha sexualidade. Por que eu sou uma celebridade, então eles se importam com quem ando dormindo […] É onde minha lealdade está, onde minha sensibilidade está, como me defino. Sim, sou um pouco gay e há um James gay.”

O novo filme de Franco baseia-se na história de Bryan Kocis, realizador de filmes pornográficos e fundador do Cobra Video, um estúdio dedicado a esta expressão em particular. A obra baseia-se no livro Cobra Killer: Gay Porn, Murder, and the Manhunt to Bring the Killers to Justice, de Andrew E. Stone e Peter A Conway.

King Cobra estreou em um festival de filmes nos Estados Unidos e vem causando polêmica por causa de algumas cenas de sexo.

No Brasil o filme ainda não tem data de estreia.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Vitor Cayres
Fundador, formado em Publicidade e Propaganda, paulista e, enquanto não consegue ir para Marte, acredita que um dia teremos respostas sobre as origens dos Aliens.