Chris Evans fala sobre polêmica envolvendo capitão América ser um traidor.

Na história criada por Nick Spencer e Jesus Saiz, para o novo arco intitulado como Capitão América: Steve Rogers, o herói teria sido recrutado para a Hydra quando criança e hoje seria um agente secreto da organização terrorista.

Esta semana foi lançada o primeiro volume do mais novo arco de Capitão América, intitulado Capitão América: Steve Rogers. E o novo título promete ser um dos mais polêmicos da história da Marvel. Pois de acordo com a história criada por Nick Spencer e Jesus Saiz, Steve Rogers teria sido recrutado para a Hydra quando criança e hoje seria um agente secreto da organização terrorista.

Isso mesmo! Você não leu errado, se você leu algo referente a isto nas redes sociais e estava na dúvida sobre a veracidade, sinto muito lhe dizer, mas é tudo verdade.

Pois para evitar falsos boatos, Nick Spencer, o autor da HQ que revela a real identidade de Steve, faz questão de deixar claro: “não se trata de um clone, ou um falsário, de controle de mente ou algo do tipo. É realmente o Steve Rogers, o Capitão América original”, disse em entrevista à revista Entertainment Weekly.

Obviamente, a notícia chegou aos ouvidos de Chris Evans mais rápido do que as balas que mataram o Mercúrio. E o ator que interpreta o herói no universo cinematográfico da Marvel, não demorou a comentar sobre o assunto em sua conta no Twitter.

Confira:

A hashtag “#sayitaintso” pode ser traduzida como “diga que não é verdade” — ou seja, até para o ator, está revelação parece completamente absurda, e assim com os fãs, Evans não está nada feliz com a notícia.

Vitor Cayres
Fundador, formado em Publicidade e Propaganda, paulista e, enquanto não consegue ir para Marte, acredita que um dia teremos respostas sobre as origens dos Aliens.