Descubra três mangás shounen e seinen que você jurava que eram romances shoujo

Após explicarmos a diferença entre romances shounen e shoujo, trazemos alguns exemplos de animes quase impossíveis de saber qual dos dois é.

shounen shoujo
Reprodução/ Internet

Se você não sabe o que são romances shounen e shoujo, explicamos melhor a diferença aqui: Entenda a diferença entre romances shounen e romances shoujo. Agora, iremos trazer alguns exemplos de mangás que são muito parecidos com shoujo, tanto em sua narrativa romântica como em sua estética, mas que na verdade são classificados como shounen ou seinen

Veja também:

Antes disso, vale lembrar que shounen e shoujo não são exatamente nomes de gêneros, mas demografias, ou seja, indicam se a maioria do público leitor é de adolescentes masculinos ou femininos. Além disso, muitas vezes um mangá é classificado como um, ou outro, não pela sua história, mas pela revista em que é publicado.

Sobre os mangás que comentaremos a seguir:

Essas séries de romances shounen e seinen seguem os mesmos conjuntos de regras que a maioria dos romances shoujo. Apesar de sua estética enganosa, cada uma das séries a seguir foi publicada exclusivamente em revistas shounen ou seinen.” (via CBR)

  •  Monthly Girls’ Nozaki-kun

Se pensarmos em comédias românticas shounen, a grande maioria tem um homem como protagonista, mas foca seu material promocional nas personagens femininas, já Nozaki-kun do Monthly Girls faz tudo ao contrário. É protagonizado por Chiyo Sakura, uma menina, e tem o material promocional focado em Nozaki, o personagem masculino. “Mesmo os capítulos de praia, que são frequentemente usados ​​como desculpa para fanservice, foram usados ​​para fins cômicos, com o bom e velho tropo de mau funcionamento do guarda-roupa ocorrendo com os meninos em vez das meninas.” Apesar do mangá ser mais popular com o público feminino, ele é categorizado como shounen.

  • Horimiya 
Reprodução/ Internet

Horimiya pode te surpreender, pois o foco narrativo é em uma linda história de amor, só que o mangá é um seinen. Ele também é uma história que não usa fanservice e que tem muitos personagens masculinos atraentes, levando-nos a pensar que é um shoujo. Além do traço mais delicado, que costumamos ver nesse tipo de mangá e no fato de que Miyamura, o personagem principal masculino, é mais popular do que a personagem principal feminina, Hori.

  • Kobato

Talvez o maior susto dessa lista seja Kobato. Só de olhar para imagens do mangá você diria que com certeza ele é um shoujo, mas na verdade, ele também é um seinen, com uma história de romance direcionada a leitores homens. Aqui, já temos uma diferença em relação aos mangás anteriores, pois ele dá muito mais foco à protagonista feminina do que ao protagonista masculino, assim como qualquer outro romance (shounen) direcionado a homens. Mas, não temos fanservice na história e nem mesmo a grande quantidade de personagens femininas que esperaríamos ver em um seinen e shounen.

Consegue entender agora os motivos que tornam tão difícil entender se essas obras são shounens/ seinens  ou shoujos? É pelo simples fato delas misturarem características de ambos os gêneros e até mesmo por subverterem os tropos do gênero a qual pertencem. (via CBR)

O Nerd Site agora tem um canal no Telegram – Participe para receber e discutir sobre as principais notícias da cultura pop (t.me/nerd_site)

Thaisy Quinteiro
Bacharela em Letras, tradutora e professora de japonês, apaixonada por kpop, anime/mangá, livros, drag queens, cosplay e tantas outras coisas que não cabem aqui!