Segundo réu concorda em se confessar culpado na distribuição de fentanil no caso de Mac Miller

O acordo de confissão de Ryan Reavis aceita que ele sabia que os comprimidos falsificados que levaram à morte de Miller continham "fentanil ou alguma outra substância controlada pelo governo federal"

Mac Miller em 2017. CRÉDITO: Getty Images
Mac Miller em 2017. CRÉDITO: Getty Images

Um segundo réu concordou em se declarar culpado no caso envolvendo a morte de Mac Miller em 2018 por overdose acidental.

Um dos três réus no caso, Ryan Michael Reavis anteriormente se declarou inocente, mas desde então concordou em se declarar culpado da acusação de distribuição de fentanil.

Isso acontece após seu co-réu, Stephen Andrew Walter, também concordar em se confessar culpado de distribuição de fentanil no mês passado, aceitando uma sentença de prisão de 17 anos pela dispensa de acusações mais graves relacionadas à morte de Miller. Tanto Reavis quanto Walter esperavam se confessar culpados perante um juiz distrital em Los Angeles nas próximas semanas.

Foi informado anteriormente que Cameron James Pettit, o terceiro réu no caso, também havia chegado a um acordo de confissão, mas o caso está atualmente pendente. Walter, Pettit e Reavis foram indiciados em 2019 por conspiração e distribuição de drogas que resultaram em morte.

Como relata o Pitchfork, o acordo de confissão de Reavis aceita que em ou por volta de 4 de setembro de 2018, Walter forneceu pílulas de oxicodona falsificadas para Reavis, que então as entregou a Pettit, que finalmente distribuiu as pílulas para Miller.

[Reavis] sabia que essas pílulas que o réu forneceu a Pettit continham fentanil ou alguma outra substância controlada pelo governo federal; na verdade, os comprimidos continham fentanil”, diz o documento.

Mac foi encontrado morto em 7 de setembro , com sua morte mais tarde determinada uma overdose acidental de uma combinação de fentanil, cocaína e álcool.

O acordo de confissão de Reavis afirma que o rapper “não teria morrido de overdose, mas pelo fentanil contido nas pílulas que [Miller] recebeu de Pettit (e que Pettit recebeu de [Reavis]) em 4 de setembro de 2018”.

Leonardo Nascimento
Leonardo Nascimento Redator, estudante de publicidade e propaganda, fortalezense e amante de música pop.