Lil Nas X diz que se sente “mal” por DaBaby após reações que recebeu por comentários homofóbicos e espera que ele cresça após isso

“Espero que ele cresça com isso”, disse Lil

Lil Nas X / Foto: PARI DUKOVIC
Lil Nas X / Foto: PARI DUKOVIC

Lil Nas X disse que se sente “mal” por DaBaby após a reação que ele recebeu por fazer uma série de comentários homofóbicos no palco. No início deste ano, DaBaby disse “caras, se vocês não estão chupando pau no estacionamento , acendam a luz do seu celular”, enquanto se apresentava no Rolling Loud Miami. Durante o show, ele também fez comentários sobre o HIV que Elton John, Dua Lipa e Madonna condenaram.

Após o incidente, DaBaby foi retirado de festivais como Lollapalooza , Austin City Limits e Governors Ball 2021 antes de emitir um pedido de desculpas à comunidade LGBTQ + por seus “comentários dolorosos e provocadores”.

Em uma nova entrevista para a GQ , entretanto, Lil Nas X acredita que DaBaby é apenas parte da cena do rap “hipermasculino” e espera que ele possa crescer com a experiência.

Depois de concordar que ajudou a tornar o hip-hop menos hipermasculino, Lil disse: “Não vou mentir, me sinto mal por DaBaby. Espero que ele cresça com isso. Espero que ele consiga. Mas não sei. Toda a paisagem é muito hipermasculina. É tão bom e incrível que todas essas rappers femininas estão surgindo. E, de certa forma, as rappers do sexo feminino são as maiores rappers do momento”.

Ele acrescentou: “Eu realmente sinto que essa nova geração de rappers que está chegando, e os que estão aqui, terão que reformular seus pensamentos. Porque a mudança está acontecendo. Haverá tantos rappers gays. Haverá mais pessoas trans na indústria e outros enfeites. Daqui a dez anos, tudo o que estou fazendo nem vai parecer chocante”.

Ele passou a dizer que estava trabalhando para a “aceitação dos gays” e que a aceitação “parece um garotinho perguntando aos pais aos oito anos de idade, ele pode pegar um esmalte ou tentar algo, e não é nem mesmo uma pergunta . Parece que dois caras se beijando durante uma apresentação e não haver nada louco no Twitter sobre isso no dia seguinte. Apenas deixando as pessoas existirem”.

Leonardo Nascimento
Leonardo Nascimento Redator, estudante de publicidade e propaganda, fortalezense e amante de música pop.