Cultura

Conheça os easter eggs do primeiro episódio de “Marvel: What If…?”

O primeiro episódio da série animada “What If…?”, da Marvel, já está entre nós, e traz Peggy Carter como a primeira vingadora. Confira agora todas as referências e easter eggs escondidos nele!

  Anna Luíza Mosson    quarta-feira, 11 de agosto de 2021

O primeiro episódio da nova animação da Marvel, intitulada “What If…?”, já está entre nós e traz Peggy Carter como a primeira vingadora. Que a série se tornaria um sucesso era certeiro e que teríamos várias referências aos trabalhos passados do MCU também. Claro que nem todo mundo conseguiu pegar todas as coisas escondidas ao longo do episódio, e, por isso, esta que vos fala traz uma lista completa com todos segredos dele.

Vem comigo conferir se você deixou o Capitão América orgulhoso e pegou essa referência:

  • The Watcher

Quem lê os quadrinhos já deve estar familiarizado com essa figura, que costuma assistir tudo sem poder interferir. O Vigia, como é chamado na tradução, aparece em várias sagas dos heróis, normalmente quando o mundo está prestes a acabar, mas é impedido de interferir. Ao que parece, a série inteira será contada da perpectiva dele, que irá nos mostrar as várias ramificações da linha do tempo, já que ele é aquela tia fofoqueira do seu bairro que vê tudo e sabe de tudo! Tá vendo o que você fez, Loki?

  • Uma Escolha Pode Mudar Tudo

Neste universo, Peggy escolhe ficar ao lado de Steve no momento do experimento e, quando as coisas dão errado, ela acaba interferindo na luta e, ao ver Steve machucado no combate, se vê forçada a tomar seu lugar na máquina. Essa cena possui vários paralelos com o filme original, sendo incrível para os fãs do MCU.

  • Coronel Flynn

Os amantes da série Agente Carter conhecem bem o Coronel Flynn, que trabalhava com a Peggy na SSR, agência que viria a se tornar a SHIELD. Assim como mostrado no episódio, ele costumava subestimar a Peggy simplesmente por ser mulher. Parece que um universo alternativo não muda seu machismo, não é mesmo?

  • “Ele poderia ter de prendido em uma dessas turnês ridículas”

Felizmente, a Peggy não foi enviada em uma turnê, como aconteceu com o Steve durante os eventos de seu primeiro filme, mas a referência fica aí e quem pegar, pegou!

  • Juntos na alegria e no socão nos sacos de areia

Assim como Steve Rogers no começo de Vingadores, Peggy Carter soca alguns sacos de areia e os derruba no chão, já que ela bate com muita força e muita raiva. Infelizmente eu não encontrei uma imagem desse momento icônico e vou ficar devendo essa, mas fiquem com um gif do Steve batendo no saco de areia e da Peggy praticando suas novas habilidades.

  • “Eu ouvi dizer Tønsberg é bonito nessa época do ano”

E teve referência até mesmo a Nova Asgard, quando Peggy e Howard leem um mapa do local. Tudo bem que Tønsberg é bem famoso no MCU, já que, além de ser Nova Asgard e o local onde Odin lutou contra os gigantes de gelo no filme do Thor, foi lá que o Caveira Vermelha encontrou o Tesseract, anos depois.

  • Shumah Gorath vem aí?

Os rumores de que o Shumah Gorath pode ser um dos antagonistas de “Doutor Estranho: No Multiverso da Loucura” foram fortalecidos nesse episódio. O monstro raramente aparece nos quadrinhos, mas se tornou um dos vilões favoritos do jogo de luta “Marvel Superhero Fighting”. Não houve nenhuma confirmação de que o polvo gigante da série e o Gorah são a mesma coisa, mas a semelhança é enorme, né?

  • O Primeiro Homem de Ferro e o C-15

Já que o Steve Rogers não tomou o super soro, Howard Stark criou uma armadura para ele, chamada C-15 Hydra Stomper, que é bem semelhante ao primeiro protótipo da armadura do Homem de Ferro. Parece que as mentes de Tony Stark e de seu pai pensam de maneira semelhante!

Outro detalhe ligado a isso é o fato de que o número no traje é um easter egg. O combo faz referência à revista do Capitão América #115, que traz o Capitão lutando contra alguns monstros de tentáculos e o Caveira Vermelha aprontando com o tesseract. Para familiar, não?

  • The Howling Commandos e Let’s hear it for Captain Carter!

Em Agentes da SHIELD, os Commandos já foram citados, mas, caso você não saiba, tanto nos quadrinhos, quanto no MCU, eles foram uma das primeiras unidades do que viria a se tornar a SHIELD. Durante o episódio, quando Peggy corre para libertar a unidade de Bucky, os Howling Commandos estão entre os capturados.

Outra coisa legal que acontece nessa cena é que o Steve diz a seguinte frase: “Um viva para a Capitã Carter!”. Talvez você não se lembre, mas o Bucky diz a mesma coisa para o Capitão América no filme original.

  • Nada de Soldado Invernal, mas ele quase perdeu o braço!

Durante a missão do trem, que na linha do tempo não mais tão sagrada levou à captura de Bucky, Peggy o salva de cair do teto e impede que ele venha a se tornar o Soldado Invernal (embora, segundo o próprio, ela quase tenha arrancado o braço dele). Será que a Agente Carter deveria ter sido a Capitã desde o começo?

  • Steve, vocês não tem o dia todo!

Depois de resgatá-lo em uma base da HYDRA, Bucky diz para o Steve, em tom de brincadeira, que o amigo precisa apressar, já que eles não tem o dia todo. A frase é uma clara referência ao icônico bordão do Capitão América, que pode fazer isso o dia todo.

  • Hedy Lamarr

Assim como o filho, Howard Stark aproveitou bastante sua solteirice e, no episódio, é mencionado que ele já se relacionou com uma cientista russa chamada Hedy Lamarr. Ela realmente existiu e foi uma atriz, nascida em Viena, que, durante a guerra, inventou uma frequência de rádio que ajudou a derrotar os nazistas. Curiosamente (ou não), ela namorou Howard Hughes e o ajudou a tornar suas aeronaves mais aerodinâmicas.

  • A espada do Capitão Britânia

Na luta final do episódio, Peggy luta contra o monstro da Hydra com uma espada que encontrada em um dos cantos da base inimiga. Essa é uma referência ao Capitão Britânia, dos quadrinhos, que costuma lutar com uma espada, às vezes até mesmo a lendária Excalibur. Já foi confirmado que a Capitã Carter retornará em episódios futuros de “What If…?”, será que ela se tornará Capitã Britânia extraoficial do MCU? Até mesmo o uniforme dela parece com o dos quadrinhos, não é mesmo?

  • Ela vai ficar devendo uma dança

Parece que não há final feliz para o romance entre Steve e Peggy, já que logo após marcar um date com o Rogers no sábado, Carter é forçada a entrar dentro do portal aberto pelo tesseract para segurar o monstro lá dentro. Ela acaba não voltando, enquanto Steve permanece do outro lado e pode envelhecer normalmente, junto ao Bucky, que também não se torna o Soldado Invernal. Pelo menos não há Guerra Civil nesse universo, né?

  • Ela é uma mulher fora de seu tempo, 70 anos depois

Algumas coisas nunca mudam, mesmo 70 anos depois. Peggy retorna ao planeta Terra quando Fury abre um portal com o tesseract, junto com o Clint Barton. Tal qual seu parceiro, a Capitã se mostra confusa, mas feliz que a guerra acabou. A cena, apesar de diferente do despertar de Steve Rogers, foi bem emocionante e abriu o multiverso com chave de ouro!

A animação “What If…?” foi baseada em uma série de quadrinhos de publicação contínua que leva o mesmo nome e desafia seus autores a reimaginar personagens clássicos de maneiras diferentes. Abrindo o multiverso do MCU, a proposta da animação é olhar o que aconteceu nas outras linhas do tempo, já que, após os eventos da série “Loki”, há mais de um universo possível na Marvel e, até aqui, nós vimos apenas um deles.