Notícias

Documentário irá investigar se um filho de Angelina Jolie e Brad Pitt foi roubado da sua família biológica

Jacobs explicou que a sua motivação para o filme é entender o trabalho de Galindo no Camboja.

  Vitor Cayres    segunda-feira, 19 de julho de 2021

Reprodução

O documentário “The Stolen Children” (“As Crianças Roubadas”, em tradução livre) irá investigar a possibilidade de Maddox, filho mais velho de Angelina Jolie e Brad Pitt, hoje aos 19 anos, ter sido tomado da sua família biológica de maneira ilegal no Camboja. As informações são do tabloide britânico The Sun.

A produção será feito por Elizabeth Jacobs. Nascida no país asiático, a estudante de cinema e marketing na Universidade do Massachusetts, nos Estados Unidos, foi adotada pelos pais por intermédio de americana Lauryn Galindo, agente americana que ajudou Jolie na adoção de Maddox. Em 2004, Galindo foi condenada a 18 meses de prisão por lavagem de dinheiro e falsificação de documentos.

Mesmo Galindo negando que tenha roubado crianças das suas famílias, a suspeita já chegou a ser levantada pela Justiça. De acordo com o ABC News, metade das adoções feitas no Camboja entre 1997 e 2001 tiveram envolvimento da Seattle International Adoptions, empresa comandada por ela e pela irmã, Lynn Devin.

Ao The Sun, Jacobs explicou que a sua motivação para o filme é entender o trabalho de Galindo no Camboja. Procurada pelo jornal, a agente afirmou que não houve irregularidades na adoção do filho de Jolie e Pitt.

“Não tenho motivos para acreditar que haja algo sobre Maddox. Eles foram muito cuidadosos, especialmente considerando sua mãe famosa”, disse ela.