Gokushufudou | Anime é censurado na China e protagonista perde suas tatuagens

Oono tem publicado o mangá no site Kurage Bunch da editora Shinchosha desde fevereiro de 2018.

Reprodução

Alguns fóruns de discussão no Japão criaram tópicos de informações observando que a adaptação animada do mangá Gokushufudou, escrito e ilustrado por Kousuke Oono, Gokushufudou, foi censurada em sua transmissão para a China. O principal motivo foi a remoção das tatuagens do protagonista.

Confira:

“Programas de variedades na China foram forçados a colocar blocos de censura nas tatuagens de seus artistas, mas acho nojento que a mesma coisa acontecesse em anime. Na série desta temporada, “Gokushufudou”, as tatuagens do protagonista foram completamente removidas na transmissão da Bilibili. Agora, o protagonista nada mais é do que um velho com uma cara assustadora. (À esquerda Netflix, à direita Bilibili).

Oono tem publicado o mangá no site Kurage Bunch da editora Shinchosha desde fevereiro de 2018.

A obra está inspirando uma adaptação para série live-action estrelada por Hiroshi Tamaki como Tatsu e Haruna Kawaguchi como Miku. A série vai ao ar como parte do bloco “Sunday TV” na Nippon Television todos os domingos.

Chiaki Kon (Back Street Girls: Gokudolls, Bishoujo Senshi Sailor Moon Eternal Movie 1, Golden Time, Higurashi no Naku Koro ni) está dirigindo o anime no J.C. STAFF StudiosSusumu Yamakawa (Back Street Girls: Gokudolls, Maiko-san Chi no Makanai-san) é responsável por escrever e supervisionar os roteiros.

Vitor Cayres
Vitor Cayres Fundador, formado em Publicidade e Propaganda, paulista e, enquanto não consegue ir para Marte, acredita que um dia teremos respostas sobre as origens dos Aliens.