Quadrinhos

Nova HQ da DC Comics revela que o Coringa abomina nazistas

“Eu sou um maníaco homicida, não um fanático traidor”, diz o vilão na nova edição.

  Paulo C. Góis    quinta-feira, 20 de agosto de 2020

Reprodução/Internet

O Coringa, arqui-inimigo do Batman e um assassino em massa, traça o limite do nazismo mais uma vez, o escritor Tom Taylor confirmou na última edição de Injustice: Year Zero.

O Príncipe Palhaço do Crime, que expressou esses mesmos sentimentos no passado, expressa seu desdém pelos nazistas em uma cena em que diz que, como americano, ele odeia os nazistas.

A última vez que isso aconteceu, foi mais ou menos uma piada – mas nos anos seguintes, uma ascendência do nacionalismo branco e do ativismo fascista tornou a decisão de pegar nazistas algo com uma estranha carga política.

Visto que Year Zero é uma série prequel, parte da história gira em torno dos dias da Sociedade da Justiça na Segunda Guerra Mundial. Em um ponto de Injustice: Year Zero # 4 desta semana, o Coringa e Harley Quinn estão sendo contados uma história de flashback, e o vilão quer que a história acelere logo até a parte em que os nazistas estão sendo mortos.

“Eu sou um maníaco homicida, não um fanático traidor”, diz o vilão na nova edição.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários