Séries & TV

Fãs de Avatar criam petição em repúdio ao live-action da Netflix

O documento exige que a Netflix respeite algumas premissas da obra original, como não colocar atores brancos para interpretar personagens asiáticos e inuítes.

  Paulo C. Góis    segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Reprodução/Internet

A série live-action de Avatar: A Lenda de Aang na Netflix vai de mal a pior.

Recentemente, os criadores da animação original, Michael DiMartino e Bryan Konietzko, abandonaram totalmente a produção da série, alegando “diferenças criativas” profundas e uma impossibilidade de continuar apoiando algo no qual não acreditavam e nem era fiel à obra que idealizaram.

Agora, os fãs da animação – sempre tão fieis à integridade da obra – criaram uma petição exigindo que a Netflix respeite algumas premissas da obra original, como não colocar atores brancos para interpretar personagens asiáticos e inuítes.

Cabe lembrar que não existem personagens brancos em Avatar, já que os reinos da trama são baseados em localidades como China, Japão, Mongólia e Pólo Sul e Norte.

Criada na plataforma Change.org, a petição clama por “representação cultural e idades apropriadas”, além de exigir que as mensagens importantes da série, como o repúdio ao genocídio, autoritarismo e estereótipos negativos sejam mantidos.

“Como todos sabemos, todos os personagens da série são asiáticos ou inuítes, uma cultura indígena. Tememos que o elenco do live-action não tenha uma representação cultural adequada e EXIGIMOS que todos os membros do elenco estejam representando adequadamente as origens de seus personagens; por exemplo, os membros do elenco de Katara e Sokka DEVEM ser nativos, não brancos, mas NATIVOS.

Escolher pessoas BRANCAS para a série renderizará a série original e arruinará todo o live-action de Avatar: A Lenda de aang, como visto no horrível filme de 2010 por M. Night Shyamalan.”

No momento, a petição já ultrapassou 15 mil assinaturas.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários