Quadrinhos

Criador do Thanos revela novo vilão bizarro inspirado em Donald Trump

“Eu voltei ao roteiro nessas páginas, porque o rei Plunddo Tram não estava tão desprezível quanto eu gostaria que ele estivesse. Eu voltei e o deixei pior”, explicou.

  Paulo C. Góis    segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Reprodução/Internet

Em janeiro, a campanha de Trump virou cabeças quando lançou um anúncio retratando o presidente como Thanos, o vilão de Vingadores: Guerra Infinita e Vingadores: Ultimato.

O escritor de quadrinhos e artista Jim Starlin, que criou Thanos na década de 1970, foi rápido em condenar o anúncio, observando a ironia da campanha que equipara Trump ao vilão – um assassino em massa.

Oito meses depois, Starlin está revelando um novo vilão, que tem uma notável semelhança com o presidente dos Estados Unidos.

O rei Plunddo Tram – se você reparar bem, um anagrama de Donald Trump – aparecerá nas páginas de Dreadstar Returns de Starlin, uma história em quadrinhos financiada por crowdfunding que arrecadou $US 136.000 e marca o retorno do criador aos mitos do Dreadstar pela primeira vez em 30 anos.

O objetivo é lançar a obra ainda esse ano.

Em entrevista ao The Hollywood Reporter, Starlin comentou o que pensa sobre o presidente:

“Como todo mundo, no início, eu dei a Trump o benefício da dúvida, esperando que ele crescesse e se adaptasse ao cargo, mas isso não aconteceu”, disse, revelando também que já tinha discordâncias sérias pela política de separar crianças imigrantes de seus pais nas fronteiras dos EUA e que tudo piorou quando Trump foi completamente negligente na questão da pandemia de covid-19.

“Eu voltei ao roteiro nessas páginas, porque o rei Plunddo Tram não estava tão desprezível quanto eu gostaria que ele estivesse. Eu voltei e o deixei pior”, explicou.

Com um total de 100 páginas, Dreadstar Returns deve ser lançada ainda em 2020.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários