Notícias

Netflix agora permite aumentar a velocidade da reprodução de filmes e séries

A gigante do streaming está permitindo velocidades de 0,5, 0,75, 1,25 e 1,5 em alguns dispositivos móveis Android.

  Paulo C. Góis    sexta-feira, 31 de julho de 2020

Reprodução/Internet

Agora, a Netflix permite em alguns dispositivos que os espectadores assistam seu conteúdo favorito mais rápido ou mais devagar, dependendo de suas preferências.

Nos últimos anos, surgiram pessoas ouvindo podcasts em várias velocidades para conseguir aproveitar o máximo de conteúdo no mínimo de tempo, e parece que o serviço de streaming quer se adequar a isso. Há muito tempo o YouTube possui recursos como esse.

A escolha apresenta alguns desafios únicos, já que muitos usuários provavelmente não se interessariam muito em assistir aos seus programas favoritos como se fossem dublados por Alvin e os Esquilos.

“Também estamos atentos às preocupações de alguns criadores”, disse o porta-voz da Netflix ao The Verge. “É por isso que limitamos o intervalo de velocidades de reprodução e exigimos que os membros variem a velocidade cada vez que assistem a algo novo – em vez de fixar suas configurações com base na última velocidade que usaram.”

A gigante do streaming está permitindo velocidades de 0,5, 0,75, 1,25 e 1,5 em alguns dispositivos móveis Android.

Em 2019, a Netflix anunciou o teste do recurso e alguns membros da comunidade criativa – principalmente cineastas – imediatamente lamentaram como isso alteraria fundamentalmente o trabalho deles.

E é verdade: a falta de tempo das pessoas está alterando a forma que todo mundo consome arte, e nem sempre isso é algo bom. Pode significar que estamos nos tornando uma sociedade tão doente que falta tempo ou paciência para apreciar um simples filme em velocidade normal.

O vice-presidente de inovação de produtos da Netflix abordou essas preocupações diretamente dizendo que essa era uma solicitação dos usuários.

“O recurso tem sido muito solicitado pelos membros há anos”, explicou Robison. “O mais importante de tudo é que nossos testes mostram que os consumidores valorizam a flexibilidade que oferecem, seja assistindo a cena favorita ou diminuindo a velocidade porque estão assistindo com legendas ou com dificuldades de audição.”

Será que é uma boa?


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários