Games

Fiocruz, no Rio de Janeiro, ganha versão em Minecraft – confira!

O lançamento da versão completa está previsto para dezembro de 2020.

  Bruno Aires    segunda-feira, 06 de julho de 2020
Fiocruz

Fiocruz no Minecraft

Um dos centros de pesquisa mais respeitados do mundo, à frente inclusive de estudos voltados ao combate da Covid-19, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) lançou esta semana a versão beta do Projeto Fiocraft, um ambiente virtual da instituição dentro do Minecraft. A ação é mais uma iniciativa de prevenção ao novo coronavírus, já que traz informações para educar os jogadores. Nesse primeiro momento, está disponível no jogo apenas o famoso Castelo Mourisco, que fica na sede da Fundação, no Rio de Janeiro.

“Já tínhamos parte da construção bem avançada, e quando surgiu a pandemia tivemos a ideia de oferecer essa versão beta, que inclui apenas o Castelo Mourisco, mas possui uma série de informações sobre a Covid-19, o que é o vírus, medidas de prevenção etc.. Usamos inclusive conteúdo da campanha Se liga no Corona!, da Fiocruz, buscando contribuir com os esforços para educar o público sobre a pandemia e os riscos à saúde. É também um teste para recolher sugestões ou reclamações dos jogadores”, explica um dos pesquisadores responsáveis pelo projeto, Marcelo de Vasconcellos.

Para melhorar a interação entre os gamers e permitir um controle maior do jogo, o Fiocraft tem um servidor próprio. Embora os jogadores precisem ter o jogo Minecraft para entrar, o acesso ao servidor do Fiocraft é gratuito. “Podemos colocar até 100 pessoas ao mesmo tempo interagindo. Nossa preocupação inicial era trabalhar com a lógica de divulgação científica, produzir exposições específicas para o Fiocraft, além da parte com as informações históricas do campus. O Minecraft tem sido usado de forma muito bem sucedida em várias iniciativas educacionais pelo mundo”, completa o pesquisador.

O projeto Fiocraft foi contemplado em 2018 no edital Ideias Inovadoras, promovido pelo Programa Inova Fiocruz, tendo os pesquisadores Marcelo de Vasconcellos (Icict/Fiocruz) e Fábio Gouveia (COC/Fiocruz) como coordenadores. Na equipe também estão Fernando Alves (egresso do PPGDC/COC/Fiocruz), Flávia Carvalho (Icict/Fiocruz), Cynthia Dias (ESPJV/Fiocruz), Diego Bevilaqua (COC/Fiocruz) e Gustavo Audi (Canal Saúde).

O lançamento da versão completa está previsto para dezembro de 2020. Para saber mais é só clicar aqui!


Bruno Aires

Bruno Aires

Jornalista carioca que não gosta de futebol e de cerveja, Bruno aprendeu a ler com a Turma da Mônica e só gosta de assistir filmes e séries na ordem cronológica.

Comentários