Notícias

Byron Bernstein, o famoso streamer Reckful da Twitch, é encontrado morto aos 31 anos

A possibilidade de suicídio está sendo considerada.

  Paulo C. Góis    quinta-feira, 02 de julho de 2020

Byron ‘Reckful’ Bernstein em live da Twitch – Reprodução/Internet

Byron “Reckful” Bernstein morreu aos 31 anos de idade.

A morte do famoso streamer da Twitch e ex-jogador de eSports foi confirmada por seu colega de quarto e outras pessoas próximas. No momento da publicação, uma causa de morte não foi confirmada, mas há suspeita de suicídio.

Bernstein, mais conhecido como seu apelido on-line Reckful, era um destacado streamer americano da Twitch e um ex-jogador profissional de eSports conhecido por suas realizações em World of Warcraft, Hearthstone e Asheron’s Call.

No primeiro, Bernstein terminou o primeiro lugar on-line por seis temporadas consecutivas e foi a primeira pessoa a atingir uma classificação de 3.000. Além disso, ele venceu o torneio de World of Warcraft da Major League Gaming em 2010, que o cimentou como um dos maiores jogadores do jogo de todos os tempos.

Dois anos depois, Bernstein se tornou desenvolvedor, gerente de operações e designer de conceito da Feenix, uma empresa de mouse para jogos.

Mais recentemente, Bernstein estava trabalhando em um videogame chamado Everland, um MMO, sendo feito com sua comunidade de seguidores online. O jogo estava em desenvolvimento desde 2018 e estava a caminho do lançamento ainda este ano. De acordo com Bernstein, o MMO social estava sendo feito para ajudar as pessoas a encontrar amizade e um senso de comunidade.

Bernstein também foi o anfitrião e criador de um podcast popular chamado Tea Time with Byron, que consistia em entrevistas longas com convidados de todas as comunidades de jogos e streaming.

Em 2017, Bernstein foi classificado como um dos streamers de maior sucesso na Internet e acreditava-se que tivesse um patrimônio líquido superior a US$ 1,5 milhão.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários