Curiosidades

Mistério da personagem Viúva Negra na Marvel pode ter sido esclarecido

Uma dúvida frequente quanto a personagem Viúva Negra pode ter sido esclarecida. Confira em detalhes.

  Joshua Carvalho    sexta-feira, 19 de junho de 2020

Scarlett Johansson como Viúva Negra em Vingadores: Era de Ultron

O sotaque da Viúva Negra no MCU não deveria ser russo, e não americano? Introduzida pela primeira vez em Homem de Ferro 2, Natasha Romanoff, de Scarlett Johnasson, foi um dos pilares da Saga do Infinito, mesmo que seu filme solo demorasse mais do que deveria.

Como uma das personagens iniciais de Vingadores, a Viúva Negra tem sido fundamental para o sucesso da franquia, aparecendo em todas as produções dos Vingadores, bem como nos dois últimos filmes do Capitão América.

Na origem de Romanoff no MCU, a renomada agente da SHIELD supera uma história misteriosa e trágica para forjar um relacionamento próximo com seus colegas Vingadores, sacrificando sua própria vida para ajudar a desfazer o ataque devastador de Thanos.

Em suas sete aparições até agora, o MCU removeu gradualmente a cortina da história de origem de Natasha. Nascida na Rússia dos anos 80, Nat foi levada para a KGB e passou por um regime de treinamento brutal na Sala Vermelha.

Isso também a deixou infértil. Em algum momento, o trabalho de Natasha começou a irritar os escalões superiores da SHIELD e Gavião Arqueiro foi enviado para assassiná-la. Em vez disso, Clint Barton recrutou Romanoff. Os dois se tornaram amigos e a Viúva Negra luta pelos mocinhos desde então.

Mas se Natasha nasceu e cresceu na Rússia e só se mudou para os Estados Unidos em sua vida adulta, por que ela não tem pelo menos um traço de sotaque russo?

MCU não explica diretamente por que Viúva Negra soa distintamente americana, e o problema se tornou ainda mais evidente quando o trailer do filme foi lançado e mostrou a outra família de super-heróis de Nat todos falando com sotaques russos pesados, incluindo Yelena, de Florence Pugh. Embora não seja confirmado na tela, talvez seja possível inferir uma explicação para o sotaque da Viúva Negra.

Desde que Natasha chamou a atenção da SHIELD, é provável que ela estivesse operando nos Estados Unidos, onde a agência de Nick Fury lida com a maioria dos negócios. A Sala Vermelha treina seus agentes minuciosamente em espionagem e infiltração, e esse processo certamente incluiria lições de elocução para falar com um sotaque imperceptível.

Desde que Natasha chamou a atenção da SHIELD, é provável que ela estivesse operando nos Estados Unidos, onde a agência de Nick Fury lida com a maioria dos negócios. A Sala Vermelha treina seus agentes minuciosamente em espionagem e infiltração, e esse processo certamente incluiria lições de elocução para falar com um sotaque imperceptível.

É claro que, se Nat estava apenas colocando seu sotaque americano como parte de seu engano, ela teria voltado à sua voz natural depois de se juntar à SHIELD, então por que ela ainda soa americana?

Nos filmes, Natasha passa pelo treinamento assíduo e cruel da Sala Vermelha – acontecimento revelado em Vingadores: Era de Ultron – como condicionamento às missões de espionagem e assassinato. Nos quadrinhos segue-se essa mesma linha, porém o real problema se concentra no universo cinematográfico.

Viúva Negra em Capitão América: Soldado Invernal

 

PROBLEMA COM SOTAQUE

E há as razões mais práticas e por trás dos bastidores para Viúva Negra ter um sotaque muito semelhante ao de Scarlett Johansson na vida real. Manter um sotaque estrangeiro que consistente ao longo de vários filmes não é tarefa fácil, e, a menos que o ator esteja extremamente confortável em mudar de voz, um sotaque às vezes é mais problemático do que vale a pena.

A história de fundo da Sala Vermelha deu ao MCU uma desculpa plausível para que a Viúva Negra não tivesse sotaque russo, e significava que Johansson poderia se concentrar mais em sua atuação do que em seu sotaque.

Curiosamente, os personagens mais recentes do MCU seguiram o caminho oposto, geralmente com resultados questionáveis. Wanda Maximoff (interpretada por Elizabeth Olsen) vem do estado fictício e não descritivo da Europa Oriental de Sokovia.

Consequentemente, Feiticeira Escarlate estreia no MCU com um sotaque da Europa Oriental em Vingadores: A Era de Ultron. Mas no momento em que aparece em Vingadores: Guerra Infinita, o sotaque de Wanda é totalmente americano, apesar de viver apenas nos Estados Unidos por um curto período de tempo. Isso destaca os problemas de manter um sotaque consistente e de longo prazo para um personagem regular e justifica por que a Viúva Negra nunca teve um.

Embora o sotaque americano de Benedict Cumberbatch como Doutor Estranho ainda permaneça, há uma mudança definitiva de inflexão entre a estreia do personagem em 2016 e Vingadores: Ultimato de 2019, e algumas falas de Cumberbatch são mais convincentes do que outras.

Por enquanto, os fãs do MCU só podem especular sobre a falta de sotaque russo de Natasha, mas com o filme da Viúva Negra investigando o passado da personagem, respostas definitivas ainda podem chegar.

Texto com referências do site Observatório do Cinema.

 


Joshua Carvalho

Joshua Carvalho

Redator, escritor e conteudista na área do entretenimento. Inspirado por HQs, faço o que posso para espalhar a cultura pop pelo mundo.

Comentários