Notícias

John Boyega, de ‘Star Wars’, revela medo de não ser mais contratado após liderar protestos

Apesar disso, o ator recebeu o apoio de diversos cineastas.

  Paulo C. Góis    quinta-feira, 04 de junho de 2020

Ontem, o ator de Star Wars, John Boyega, foi um grande tema nas mídias sociais depois de falar em um protesto do Black Lives Matter em Londres.

O ator conhecido por interpretar Finn na franquia foi visto exigindo de forma emocionante um melhor tratamento para os negros de todo o mundo, o que não deve surpreender quem segue Boyega nas redes sociais.

Muitos se uniram em apoio ao ator, especialmente depois que ele disse no discurso não saber se será contratado depois disso tudo:

“Olha, eu não sei se vou ter uma carreira depois disso, mas, foda-se isso.”

Desde então, o ator conseguiu apoio on-line da lenda de Star Wars, Mark Hamill, do diretor de Star Wars: Os Últimos Jedi, Rian Johnson, e da conta oficial da franquia. Recentemente, outro grande nome de Star Wars foi ao Twitter para compartilhar o seu apoio a Boyega: o diretor de Star Wars: O Despertar da Força e Star Wars: A Ascensão Skywalker, JJ Abrams.

“Você sabe que, enquanto eu puder continuar trabalhando, sempre implorarei para trabalhar com você. Profundo respeito e amor, meu amigo”, escreveu Abrams.

Você pode conferir o tweet abaixo: