Notícias

J.K. Rowling apaga elogios a Stephen King após escritor apoiar direitos de pessoas trans

“Mulheres trans são mulheres”, disse o aclamado autor de terror.

  Paulo C. Góis    terça-feira, 30 de junho de 2020

Reprodução/Internet

J.K. Rowling apagou um elogio a Stephen King depois que seu colega escritor se manifestou contra seus recentes comentários anti-transgêneros.

“Mulheres trans são mulheres”, twittou King no domingo, depois que um fã pediu a ele que abordasse a questão.

No início daquele dia, King retweetou um dos posts de Rowling, que apresentava uma citação sobre homens reagindo mal quando as mulheres falam sobre suas experiências.

A escritora de Harry Potter compartilhou uma longa discussão respondendo àqueles que a criticaram por defender sua posição de que a linguagem inclusiva é “hostil e alienante” para as mulheres.

Após o retweet de King, Rowling não poupou elogios ao autor de clássicos O Iluminado, A Torre Negra e It: A Coisa.

“Sempre reverenciei o @StephenKing, mas hoje meu amor alcançou – talvez não os níveis de Annie Wilkes – mas novas alturas”, escreveu ela no tweet agora excluído, capturado por fãs. “É muito mais fácil para os homens ignorar as preocupações das mulheres ou menosprezá-las, mas nunca esquecerei os homens que se levantaram quando não precisavam. Obrigado, Stephen.”

É claro, o elogio foi apagado logo depois que King disse que mulheres trans são mulheres. Porque aí já é demais, pelo menos para Rowling.

Que coisa, hein?

 


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários