Filmes

Patty Jenkins não quis dirigir ‘Liga da Justiça’: “Não me importo com universos compartilhados”

Diretora de ‘Mulher-Maravilha 1984’ revelou que teve de negar a oportunidade.

  Paulo C. Góis    sexta-feira, 29 de maio de 2020

A diretora de Mulher Maravilha 1984, Patty Jenkins, recusou a chance de dirigir Liga da Justiça, pois havia muitos personagens e ela não estava interessada em conectá-los ao universo cinematográfico da DC.

Jenkins fez essa admissão sincera à Premiere Magazine, via ComicBook.com, comentando: “Diferentemente de outros diretores, eu realmente não me importo com universos compartilhados, continuidade e esse tipo de detalhe.”

“Fui contatada para fazer um filme da Liga da Justiça no passado e ele não se conecta a mim. Muitos personagens.”

Antes desse ponto da conversa, Jenkins estava falando sobre por que ela gosta tanto de trabalhar com a Warner Bros. e DC.

“Gosto muito das pessoas que trabalham lá, mas querem controle total sobre seus filmes. O diretor está sob controle. Sim, isso pode acontecer. Além disso, dá pra perceber imediatamente se um diretor não pode impor sua visão. Quando esse é esse o caso, tenho a impressão de que essas pessoas estão fazendo um trabalho diferente do meu.”

Mulher Maravilha 1984 está programado para chegar aos cinemas em 12 de agosto de 2020.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários