Notícias

Macacos roubam amostras de testes contra o coronavírus na Índia

“Eles ainda estavam intactos e não acreditamos que exista risco de contaminação ou propagação.”

  Paulo C. Góis    sexta-feira, 29 de maio de 2020

A cidade de Meerut, perto de Nova Delhi, foi palco de uma situação um tanto bizarra.

Macacos atacaram o funcionário de um hospital e simplesmente roubaram três amostras de testes sorológicos para a COVID-19 – um deles até mesmo mastigou o objeto.

O diretor da Faculdade de Medicina de Meerut, Dheeraj Raj, explicou nesta sexta-feira (29) que as outras duas amostras do novo coronavírus não foram danificadas.

“Eles ainda estavam intactos e não acreditamos que exista risco de contaminação ou propagação”, disse Raj.

As três pessoas que tiveram suas amostras de sangue roubadas pelos macacos foram submetidas a novos testes.

Os macacos ladrões não são uma novidade na Índia, e o país lida com vários problemas de roubo – desde comida a até celulares.

Já são 165.799 casos confirmados de covid-19 na Índia, com 4.706 mortes contabilizadas – 175 só hoje. Entretanto, considerando-se que o país tem mais de um bilhão de habitantes, o número apesar de alto é compreensível.

Já no Brasil, são 443.876 casos confirmados, com 26.901 mortes. Só nesta sexta-feira (29) foram confirmadas mais 1.156 pessoas mortas pelo novo coronavírus, o que torna o país líder em mortes diárias no mundo todo.

 


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários