Séries & TV

Entenda por que Ruby Rose surpreendeu a CW e se demitiu do nada de ‘Batwoman’

Não vai voltar e acabou.

  Paulo C. Góis    quarta-feira, 20 de maio de 2020

Ruby Rose jogou uma grande bomba nos planos da CW quando ela optou por não retornar para Batwoman antes da segunda temporada.

A partida abrupta da estrela levou a uma boa dose de especulação, incluindo a possibilidade de uma cirurgia de emergência por hérnia de disco.

No entanto, um novo relatório da Variety revela algo mais simples, observando que Rose estava “descontente com as longas horas necessárias para ela como líder da série, o que levou a atritos no set”.

Foi então decidido por ela e pela rede e estúdio Warner Bros. Television que eles se separariam.

É uma declaração diplomática que é realmente muito mais intrigante do que parece, especialmente quando se trata do futuro do Arrowverse.

Rose foi indiscutivelmente o maior nome a assinar um papel de protagonista da CW, depois de uma participação especial em Orange is The New Black, da Netflix, e nas telonas em John Wick: Chapter 2.

Geralmente, esses programas de tela pequena capturam um espetáculo e acabam encontrando um astro que fica por várias temporadas, como no caso de Stephen Amell (Arrow), Grant Gustin (Flash) e Melissa Benoist (Supergirl).

Será interessante, para dizer o mínimo, ver quem a rede reformula no papel, vendo como esse experimento explodiu com tanta força e rapidez.

Aqui está a declaração inicial de Rose sobre o assunto:

“Tomei a decisão muito difícil de não voltar à Batwoman na próxima temporada. Esta não foi uma decisão que tomei de ânimo leve, pois tenho o maior respeito pelo elenco, pela equipe e por todos os envolvidos com o show, tanto em Vancouver quanto em Los Angeles. Sou grato a Greg Berlanti, Sarah Schechter e Caroline Dries por não apenas me darem essa oportunidade incrível, mas também por me receberem no universo da DC que eles criaram tão bem. Obrigado Peter Roth e Mark Pedowitz e as equipes da Warner Bros. e The CW, que colocaram tanto no programa e sempre acreditaram em mim. Obrigado a todos que fizeram da primeira temporada um sucesso – estou realmente grata.”


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários