Música

Vocalista do ‘Rammstein’ está internado com coronavírus

Relatório aponta que Till Lindemann estava em estado crítico, mas já melhorou.

  Paulo C. Góis    sexta-feira, 27 de março de 2020

Till Lindemann, vocalista da banda de metal industrial Rammstein, foi diagnosticado com coronavírus, segundo o jornal alemão Bild.

A publicação relatou que ele estava em estado crítico com pneumonia na unidade de terapia intensiva de um hospital de Berlim, mas atualizou sua notícia para dizer que Lindemann “atualmente está se sentindo melhor e sua vida não está mais em perigo”.

Segundo a reportagem do jornal, Lindemann, 57 anos, havia realizado dois shows com a banda em Moscou em meados de março e, voltando para casa em Berlim, ficou doente com febre muito alta. Ele foi colocado em quarentena na UTI e seu teste para o coronavírus mais tarde voltou positivo.

Rammstein foi recebido de volta a Moscou, apesar de uma controvérsia no verão passado, que eclodiu após um show lá em que dois membros da banda (guitarristas Paul Landers e Richard Kruspe) se beijaram no palco, em uma demonstração de desafio à lei da Rússia contra a “propaganda gay” e outras políticas governamentais LGBTQ.

Rammstein se formou em 1994 em Berlim e lançou seu primeiro álbum no ano seguinte, com uma formação que permaneceu intacta desde então.

O álbum mais recente do grupo para a Universal Music, e o primeiro de uma década, intitulado simplesmente “Rammstein”, saiu em 2019 e foi o álbum mais vendido do ano no país de origem da banda. O álbum alcançou o nono lugar nos Estados Unidos.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários