Notícias

Johnny Depp cortou o próprio dedo para acusar Amber Heard, dizem novas mensagens

Depp nega veementemente atacar Heard e alega que de fato ele é vítima de violência doméstica.

  Paulo C. Góis    quinta-feira, 19 de março de 2020

Johnny Depp havia alegado nos documentos judiciais dos EUA que sua ex-esposa Heard cortou a parte superior do seu dedo médio direito jogando uma garrafa de vodka nele durante uma briga violenta apenas um mês depois do casamento.

Mas dois textos que Depp escreveu ao seu médico pessoal, David Kipper, em 2015, foram lidos no Tribunal Superior de Londres nesta semana, nos quais Depp admite que ele mesmo causou o ferimento. A notícia é do portal News.com.

Em 7 de março de 2015, Depp escreveu:

“Cortei a parte superior do dedo médio… O que devo fazer !? Exceto, é claro, que vá a um hospital…. Estou tão envergonhado por ter feito qualquer coisa com ela… F**K THE WORLD !!! JD.”

12 dias depois, ele acrescentou ao médico:

“Obrigado por tudo. Cortei meu dedo médio esquerdo como um lembrete de que nunca mais deveria cortar meu dedo !! Eu te amo, irmão. Johnny.”

Os textos foram lidos na corte de Londres como parte dos procedimentos de uma batalha de difamação contra o jornal britânico The Sun ao longo de um artigo de 2018 que o descrevia como um “espancador de esposas”.

Depp nega veementemente atacar Heard e alega que de fato ele é vítima de violência doméstica.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários