Quadrinhos

Gail Simone pede que Marvel e DC façam crossover para ajudar a alavancar vendas

Pequenas lojas de quadrinhos estão sofrendo com a pandemia do coronavírus

  Paulo C. Góis    terça-feira, 24 de março de 2020

Gail Simone, escritora best-seller de quadrinhos e campeã indiscutível de levar as coisas à moda no Twitter, tem uma ideia para trazer alguns clientes entusiasmados de volta às lojas de quadrinhos quando os EUA retomarem as operações comerciais normais após a nova pandemia de coronavírus.

A roteirista de ‘Aves de Rapina‘ e ‘Deadpool‘ acha que um crossover entre a Marvel e a DC poderia aumentar as vendas e abrir as portas para leitores novos, casuais e vencidos da maneira que poucos outros projetos poderiam.

Ela reconhece que houve barreiras legais e financeiras para fazer crossovers entre Marvel e DC nos últimos anos, mas enfatizou que seria ótimo para fãs e varejistas.

Os varejistas de revistas em quadrinhos já estavam lutando em meio à desaceleração do coronavírus, uma vez que muitos deles são pequenas empresas com pouco em termos de reservas de caixa.

As notícias de ontem de que a Diamond não aceitaria mais remessas recebidas de produtores de conteúdo significam que, pelo menos por enquanto, as lojas nem poderão fornecer serviços de pedidos de novos conteúdos por correio aos assinantes.

E enquanto muitos fãs estão aproveitando esta oportunidade para encomendar algumas edições anteriores, nem todo mundo tem dinheiro para isso.

Confira:

“Quando as lojas de quadrinhos abrirem de novo, como espero que não, eu amaria se a DC e a Marvel pudessem pedir aos advogados para dar um tempo e ter outro grande crossover Marvel/DC. Um monte de gente amaria isso e ajudaria bastante.”


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários