Filmes

‘Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica’ faz US$ 68 milhões em estreia mundial

O longa já está em exibição nos cinemas nacionais.

  Paulo C. Góis    segunda-feira, 09 de março de 2020

O surto de coronavírus está afetando a bilheteria em todo o mundo, mas não nos Estados Unidos.

Apesar do país estar enfrentando graves problemas com relação à propagação do vírus – ainda mais sem um sistema de saúde pública, o que impede as pessoas de terem tratamento adequado -, a estreia de ‘Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica‘ ficou dentro do previsto antes da doença se espalhar.

A animação da Pixar arrecadou US$ 40 milhões no mercado do país, com mais uma quantia tímida de US$ 28 milhões nos outros países – totalizando uma abertura de US$ 68 milhões.

CENSURA

O filme ‘Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica‘ está sendo alvo de perseguição homofóbica.

Sim, porque a Rússia decidiu censurar a personagem Specter, uma oficial de polícia abertamente lésbica que menciona casualmente ter uma namorada durante uma cena do filme. Na versão russa do longa, a palavra “namorada” é substituída por “parceiro”.

A nova animação do estúdio contará com o protagonismo de Chris Pratt e Tom Holland, que emprestarão sua voz a dois irmãos elfos.

Pratt será o irmão mais velho, que é uma pessoa mais extrovertida, enquanto Holland interpretará o irmão mais novo, descrito como alguém “desajeitado e reservado”. O elenco principal se completa com Julia Louis-Dreyfus, que dá sua voz à mãe dos protagonistas, e Octavia Spencer.

O projeto será dirigido e roteirizado por Dan Scanlon, que disse em entrevista à People:

“Tom Holland é perfeito para o personagem Ian, o irmão mais novo. Estávamos procurando alguém que pudesse ter essa qualidade tímida e alguém que é bom em ser um pouco desajeitado. E Tom é ótimo nisso! E ainda tem uma doçura genuína que faz você realmente torcer por ele.”

O longa já está em exibição nos cinemas nacionais.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários