Tecnologia

Bill Gates deixa a Microsoft de uma vez por todas

É o fim de uma era.

  Paulo C. Góis    segunda-feira, 16 de março de 2020

É o fim de uma era.

Bill Gates finalmente deixou a Microsoft de uma vez por todas e abdicou de seu cargo no conselho da empresa.

O bilionário já havia deixado sua função como presidente-executivo desde 2014, quando foi substituído por Satya Nadella.

A decisão, segundo Gates em uma publicação no LinkedIn, vem para ele ter mais tempo livre e se dedicar às iniciativas filantrópicas:

“Tomei a decisão de deixar ambos os conselhos com os quais trabalho — Microsoft e Berkshire Hathaway — para dedicar mais tempo às prioridades filantrópicas, incluindo saúde, educação e meu crescente engajamento no combate ao aquecimento global. As lideranças de Berkshire e Microsoft nunca estiveram mais fortes, portanto, é a hora certa de dar este passo.

A Microsoft sempre será uma parte importante da minha vida profissional e vou continuar engajado com Satya e a liderança técnica para ajudar no desenvolvimento da visão da empresa e para que alcancemos ambiciosos objetivos. Me sinto mais otimista do que em qualquer outro momento quanto ao progresso da empresa e como o mundo continua se beneficiando dela.”

A Microsoft foi fundada por Paul Allen e Gates em 1975, e o bilionário foi CEO da empresa até 2000, quando Steve Ballmer assumiu o cargo.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários