Filmes

Cinema está em guerra contra filmes como ‘Vingadores’ e ‘Star Wars’, diz Quentin Tarantino

Batalha de gigantes.

  Paulo C. Góis    quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

É guerra.

O ano de 2019 marcou os comentários de grandes cineastas, como Martin Scorsese e Francis Ford Coppola, chamando atenção ao fato de que filmes da Marvel Studios e grandes superproduções e franquias intermináveis não são “cinema de verdade”.

Agora, foi a vez de Quentin Tarantino dizer – embora sem nenhum desprezo – que o cinema original está em guerra contra essas grandes franquias dos monopólios cinematográficos, e que o ano passado simbolizou bastante essa luta.

“Quando você diz, apesar das sequências e Vingadores: Ultimato e tudo mais, eu realmente penso em uma guerra por filmes que foram subestimados este ano. Até onde posso ver, o produto comercial é dos grandes conglomerados, os projetos que todos conhecem possuem seu DNA, seja da Marvel Comics, Star Wars, Godzilla e James Bond, esses filmes nunca tiveram um ano tão bom quanto foi o ano passado.

Teria sido um ano em que a sua dominação mundial estaria completa. Mas meio que não foi. E isso aconteceu porque muitos filmes originais vieram pediram para serem vistos, pediram para serem vistos no cinema. E acabou se tornando um ano forte, muito forte para nós também.

Eu realmente estou orgulhoso de ser indicado com outros filmes deste tipo. É difícil combater filmes como Vingadores: Ultimato chegam no cinema e durante um mês antes do lançamento e um mês depois, você não pode falar sobre nada mais. Eles tentaram fazer isso com Star Wars, mas não funcionou.”

Errado não tá!

 

 


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários