Séries & TV

Segundo críticos, lutas de ‘The Witcher’ deixam ‘Game of Thrones’ no chinelo

Primeira temporada da série estreia em 20 de dezembro na Netflix.

  Paulo C. Góis    terça-feira, 03 de dezembro de 2019

 

Os críticos não estão poupando elogios a ‘The Witcher‘ – pelo menos no que diz respeito às lutas de espada.

De acordo com alguns críticos, a coreografia da série faz “Game of Thrones parecer horrível”.

Confira alguns tweets:

“Ah, eu vou dizer isso. As cenas de luta de The Witcher fazem as lutas de Game of Thrones parecerem dois bêbados brigando do lado de fora de um bar.”

“Algumas das cenas de ação e coreografia de espadas de The Witcher são as melhores que consigo me lembrar para uma série de magia/fantasia desse tipo em anos.”

O produtor executivo de ‘The Witcher‘ deu mais detalhes sobre a série.

Em recente entrevista, Tomasz Bagiński disse que, embora o material de fonte seja bastante sombrio, a produção da Netflix se esforçou muito para achar o tom correto e será divertida e cheia de magia.

“The Witcher é um livro bem especial e um mundo especial porque é divertido. Ele tem seus momentos sombrios, mas, ao mesmo tempo, bastante divertidos, mesmo nos momentos mais sombrios, nesses momentos, as pessoas querem dar uma festa, certo? As pessoas querem beber vinho e querem se divertir. Então, sim, é uma série divertida’.

Nos divertimos muito com a magia. Temos grandes lutas com monstros, mas também, ao mesmo tempo, nosso principal objetivo é arrasar com os personagens. Gastamos muito tempo procurando pelo tom certo. Gastamos muito tempo procurando pelo elenco correto e o aspecto mais importante da série é o lado humano, os personagens que podemos construir.

O resto é, com certeza, entretenimento. O resto é diversão, o resto é legal. E nós temos, penso eu, mais magia que qualquer outra série. Temos batalhas realmente legais com monstros e batalhas legais com pessoas. Mas, para nós, a alma do show está nos personagens, sou muito grato pelo elenco que temos porque não é algo que acontece com frequência.”

A trama gira em torno do bruxo Geralt de Rívia (Henry Cavill), um caçador de monstros que se livra de enormes pestes por um bom dinheiro. Mutante, ele luta para encontrar seu lugar em um mundo no qual as pessoas frequentemente se mostram mais cruéis do que as criaturas que ele enfrenta. O bruxo também tem uma filha adotiva, a Ciri, personagem importante nos livros e jogos que também atua como uma guerreira e feiticeira.

Andrzej Sapkowski, autor dos livros em que os jogos e a série são baseados, vai atuar como consultor de roteiro. Tomasz Bagiński, que dirigiu os vídeos de apresentação dos três jogos da série de videogames, vai dirigir pelo menos um episódio da temporada de estreia.

A série fica sob o comando da showrunner Lauren Hissrich.

The Witcher estreia em 20 de dezembro na Netflix.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários