Filmes

Mulher-Maravilha 1984 é “uma bagunça e uma vergonha”, segundo primeiras impressões da crítica

Mulher-Maravilha 1984 estreia no dia 4 de junho de 2020 no Brasil.

  Paulo C. Góis    sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Mulher-Maravilha 1984 deveria estar nos cinemas agora, já que estava programado para ser lançado em novembro de 2019 antes de ser adiado em sete meses para junho de 2020.

A razão que os executivos do estúdio deram foi que eles queriam que ele fosse o seu grande filme de super-heróis para o verão norte-americano, mas desde então ouvimos certos rumores de inquietação com a direção do filme.

Exibições teste fizeram com que os participantes descrevessem a sequência como excessivamente boba e esquisita e, embora a Warner Bros. tenha tempo suficiente para ajustar o longa, agora ficamos sabendo que uma nova exibição trouxe os mesmos resultados decepcionantes.

Falando com alguém que se define como um grande fã do primeiro Mulher-Maravilha, classificando-o como um dos melhores filmes de super-heróis de todos os tempos, o portal We Got This Covered ficou sabendo que Mulher Maravilha 1984 simplesmente não está à altura do original.

O indivíduo com quem o portal conversou compareceu à mais recente triagem de teste e disse que, embora as cenas visuais e de ação sejam uma melhoria no primeiro filme, o resto do filme “simplesmente não funciona”.

O vilão foi chamado de “algo que parece saído de um desenho animado infantil” e, aparentemente, o retorno de Steve Trevor não faz muito sentido, e isso não é ajudado por um roteiro ruim.

A transformação final de Kristen Wiig em Cheetah, a Mulher-Leopardo, também foi criticada: a fonte diz que é “bizarra” e parece algo saído do criticado musical ‘Cats’. A fonte continua:

“Então, vilões ruins, história uma bagunça e roteiro abobado fazem essa uma sequência confusa para um ótimo primeiro filme. Uma vergonha. Espero que Mulher-Maravilha 3 seja melhor.”

Nossa… então tá bom.

Mulher-Maravilha 1984 estreia no dia 4 de junho de 2020 no Brasil.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários