Notícias

Netflix se une à HBO para garantir ainda mais lucro e proibir compartilhamento de senha

A decisão, entretanto, pode gerar o efeito contrário e gerar consumidores frustrados que cancelam suas assinaturas e voltam ao download ilegal.

  Paulo C. Góis    sexta-feira, 08 de novembro de 2019

Muitas pessoas economizam na assinatura de seu serviço de streaming favorito compartilhando senhas, mas essa prática pode estar com os dias contados.

A Netflix está articulando uma aliança com a HBO e outros gigantes do setor para garantir que essa brecha seja fechada de uma vez, mirando um aumento no lucro.

Entre as táticas que podem ser adotadas estão a exigência de que a senha seja trocada periodicamente, além de uma “chave” que seria enviada via SMS para o celular do assinante toda vez que ele quisesse acessar o serviço.

Outros executivos levantam até mesmo a possibilidade de restringir o número de aparelhos registrados em que o serviço pode ser acessado, bloqueando o login em outros dispositivos, ou até mesmo controlar o acesso via impressões digitais.

A decisão, entretanto, pode gerar o efeito contrário e gerar consumidores frustrados que cancelam suas assinaturas e voltam ao download ilegal de filmes e séries. O analista da Guggenheim Securities, Mike McCormack, disse o seguinte:

“Se você perguntar a qualquer grupo de jovens se eles pagarão pela Netflix ou por serviços de vídeo, a resposta é inequivocamente ‘não’.”

Estima-se que o setor de TV por assinatura perderá US$ 6,6 bilhões este ano devido ao compartilhamento de senhas.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários