Filmes

Diretor manda indireta e culpa Warner Bros. pelo fracasso de ‘Esquadrão Suicida’

O novo Esquadrão Suicida chega em 6 de agosto de 2021 aos cinemas.

  Paulo C. Góis    segunda-feira, 04 de novembro de 2019

Não é segredo pra ninguém que ‘Esquadrão Suicida‘ foi um grande fracasso.

O filme de David Ayer, apesar de ter arrecadado uma quantia razoável em sua bilheteria, foi massacrado pela crítica – e também por grande parte do público, inclusive.

O motivo alegado para a versão final ter ficado tão ruim seria a exigência da Warner Bros. para que tudo fosse alterado, transformando o longa em uma colcha de retalhos sem sentido, porém mais comercial. E foi essa explicação que Ayer voltou a revisitar em uma publicação no Instagram.

O diretor publicou uma foto inédita de Jared Leto como o Coringa e disse o seguinte:

“Filmes são frágeis. São como sonhos, caçando momentos de nossa visão. Têm a própria verdade e lógica. Se você mudar o destino depois que a viagem é completa, a jornada ainda é mesma? A espinha de Esquadrão Suicida era a jornada de Arlequina. De muitas formas, ela escapar da relação com o Coringa era a principal linha. Um diretor segura um compasso invisível em mãos. Isso guia cada cena, cada atuação. O compasso aponta para o destino. Se o destino mudar, a jornada aconteceu?”

O Esquadrão Suicida já tem um novo filme em produção, mas dessa vez com James Gunn no comando – e com o que está sendo chamado de “reboot leve”, ou seja, grande parte da história irá desconsiderar tudo que aconteceu no primeiro longa.

O novo Esquadrão Suicida chega em 6 de agosto de 2021 aos cinemas.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários