Críticas

Crítica | Klaus – Um filme da Netflix perfeito para o Natal

Klaus já está disponível na Netflix.

  Pedro Borges    quarta-feira, 20 de novembro de 2019

A nova animação da Netflix, Klaus, conta a história do Papai Noel de uma outra forma, nos divertindo e emocionando enquanto o assistimos.

O filme propõe uma evolução do personagem de uma forma fantástica, fazendo o personagem Jesper – que até então tem uma vida boa, a ir para uma ilha no “fim do mundo” e lá ele aprende a valorizar as poucas coisas, indo de um garoto mimado a um homem caridoso.

Jesper é enviado para essa ilha no “fim do mundo” com o propósito de enviar 6 mil cartas, como forma de castigo feito pelo seu pai. Com isso, ele bola uma estratégia: fazer com que as crianças façam a tão famosas cartas para Klaus (representante do Papai Noel) para que ele as de presentes.

A maneira em que o filme reconta a história do Papai Noel é surpreendente. De acordo com os acontecimentos, nos pegamos as referidas sobre aquela famosa história que todos nós conhecemos.

O propósito do bom velhinho entregar os presentes está lá, o porque ele usa aquela sua roupa vermelha também, o motivo do trenó… e assim vai, só que é contado de uma maneira tão espetacular e coerente que te surpreende ao assistir.

Um único aspecto que poderia ser facilmente dispensado do filme são as brigas que há na cidade que, com essa união e compaixão que Klaus e Jesper propuseram a população, acabasse com as brigas. Com isso, os líderes dos dois grupos se unem para sabotar o Natal porém conseguem justamente o contrário, a união.

Klaus é leve, divertido, emocionante e para toda a família assistir, desfrutando desse filme natalino. Surpreendentemente, a animação consegue ser umas das melhores produções filmes pela Netflix até então.


Pedro Borges

Pedro Borges

Pedro Borges, viciado em filmes, nerd desde criança e escrever sobre esses assuntos é o que eu mais gosto de fazer.

Comentários