Críticas

Crítica | Entre Facas e Segredos – misterioso, engraçado e cheio de reviravoltas

Entre Facas e Segredos estreia dia 5 de dezembro nos cinemas brasileiro.

  Pedro Borges    sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Entre Facas e Segredos, uma das surpresas do ano, mescla o suspense com a diversão, sendo hilário porém ao mesmo tempo mantém o mistério da trama até o seu final.

Dirigido por Rian Johnson, em Entre Facas e Segredos, Harlan é assasinado e todos da família são suspeitos, e é ai que o mistério começa.

O filme já conta o seu possível desfecho final logo em seus primeiros minutos, porém, mesmo suspeitando ao longo do enredo, quando o verdadeiro desfecho vem a tona e da forma em que veio, se torna surpreendente.

O filme conta com um elenco de peso, tendo Ana de Armas e Daniel Craig como um dos principais protagonistas.

Armas, interpretando Marta, que pode ser facilmente a personagem principal da trama, entrega uma personagem abalada com o que aconteceu porém tem um mistério em volta de sua personagem, que quando vem a tona, mesmo suspeitando em alguns momentos, surpreende pela forma em que ocorre.

Craig, entrega um detetive sério, mesmo que algumas cenas divertidas contem com sua presença. Seu personagem, Benoit Blanc, faz referências que vão de Agatha Christie à clássica saga de livros Sherlock Holmes.

Outro ator de peso é o Chris Evans, seu personagem aparece do meio pro final e ganha uma importância grande, digna da garantitude do ator. Também temos no elenco alguns atores como: Katherine Langford, Jaeden e Lakeith Stanfield, entre outros. No quesito atuação, todos mandam muito bem em seus respectivos papéis.

Rian Johnson manda bem na direção, sabendo como dividir o suspense com a comédia. Johnson deu pistas do desfecho final em alguns momentos, porém ao mesmo tempo conseguiu manter o mistério por trás da história, usando cenas de comédia para dar um tom mais leve ao filme.

Outro acerto foi a trilha sonora. Ela ajuda a construir as cenas de tensão e suspense, acrescentando-as um tom de mistério sobre o que está por vir.

Em um saldo geral, é difícil achar algum erro, mínimo que seja, em Entre Facas e Segredos. Rian Johnson conduziu uma história de suspense, usando o humor para dar um tom mais leve ao filme, e ao mesmo tempo sustentando o seu mistério até o fim.


Pedro Borges

Pedro Borges

Pedro Borges, viciado em filmes, nerd desde criança e escrever sobre esses assuntos é o que eu mais gosto de fazer.

Comentários