Notícias

Apple TV+ | Apple torra dinheiro em serviço de streaming bagunçado e com séries ruins

Não foi dessa vez que a empresa conseguiu barrar a Netflix.

  Redação    quarta-feira, 06 de novembro de 2019

A Apple está tentando ferozmente competir com a Netflix e o Disney+, que chega em 12 de novembro aos Estados Unidos, mas não tem dado muito certo.

O serviço de streaming da Maçã, chamado de Apple TV+, chegou no dia 01 de novembro com 9 produções originais: 4 séries, 1 documentário e 3 obras infantis. Dessas, as mais promissoras eram ‘SEE‘ e ‘The Morning Show‘.

Foram 150 milhões de dólares gastos em ‘The Morning Show‘, que conta com um elenco de peso: Jennifer Aniston, Steve Carell e Reese Witherspoon. A trama, que conta a história de um popular jornal matinal americano cujo âncora (Carell) é acusado de assédio sexual, falha em entreter o público. Nem mesmo os portais mais simpáticos como a Variety conseguiram dar uma nota boa à produção.

Já ‘SEE‘ é um seriado pós-apocalíptico – como se já não tivéssemos o bastante destes – estrelado por Jason Momoa que teve nada menos que 15 milhões de dólares gastos por episódio. Para fins de comparação, isso foi o que a HBO gastou na superprodução que foi a última temporada de ‘Game of Thrones‘. A série também decepcionou a crítica.

Além do conteúdo, outro problema levantado pelo público é que o Apple TV+ tem uma interface bastante confusa e difícil de acessar para quem ainda não assinou o serviço. Na Apple TV, por exemplo, as opções ficam escondidas.

E, pior de tudo: como os episódios são semanais, os “sete dias grátis” disponibilizados pela empresa para teste acabam servindo para pouca coisa.

O Apple TV+ está disponível por R$ 9,90 mensais.

 


Redação

Redação

“Escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida”. – Confúcio. Foi com esse pensamento que os fundadores do Nerd Site escolheram trabalhar com o que já era uma paixão: o mundo do entretenimento nerd e geek.

Comentários