Séries & TV

The Walking Dead | Juíza decide contra a AMC em caso sobre morte de dublê

Caso irá a julgamento em dezembro.

  Paulo C. Góis    sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Uma juíza americana rejeitou a ação da AMC Networks dizendo que não pode ser considerada responsável pela morte de John Bernecker, um dublê que morreu no set de ‘The Walking Dead‘.

A família de Bernecker entrou com um processo em janeiro de 2018, alegando que a empresa não tomou as precauções de segurança cabíveis. Um julgamento deve começar em 9 de dezembro para decidir sobre a questão.

Em uma moção apresentada em agosto, advogados da AMC argumentaram que o profissional era completamente responsável por si mesmo e assumiu os riscos pela queda que sofreu.

Em uma recente decisão, a juíza Emily Brantley rejeitou o argumento da AMC, dizendo que era “patentemente óbvio” que um júri terá de determinar se Bernecker tinha conhecimento suficiente dos riscos para tornar AMC imune de responsabilidade.

O caso, portanto, seguirá normalmente.

 


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários