Séries & TV

HBO Max deve produzir filmes originais da DC

O serviço chega ao mercado dos Estados Unidos em maio de 2020 custando 14,99 dólares mensais.

  Vitor Cayres    quarta-feira, 30 de outubro de 2019

HBO Max DC

Segundo um relatório da Variety, a WarnerMedia realmente pretende investir pesado no HBO Max, sua futura plataforma de streaming. Já em 2020, a expectativa é que sejam investidos US$ 2 bilhões em conteúdo original.

Ainda segundo o site, neste momento, a estratégia da plataforma é lançar de oito a dez filmes originais por ano, número que pode aumentar no futuro. Vários desses projetos podem ser considerado como “blockbusters”, de alto orçamento.

Aquilo que mais chamou a atenção, no entanto, foi o seguinte trecho:

“Eventualmente, algumas dessas produções serão baseadas no Universo DC. A ideia da WarnerMedia é apresentar um conteúdo convincente, e a divisão de quadrinhos do estúdio está no radar.”

Com isso, podemos esperar que filmes exclusivos da DC sejam lançados diretor na plataforma e não somente séries de TV, como estamos acostumados.

O serviço chega ao mercado dos Estados Unidos em maio de 2020 custando 14,99 dólares mensais.

A promessa é de que, além de muito conteúdo original, que ficarão sobe o nome de Max Originals, conteúdos de outra marcas da WarnerMidia, como Warner Bros., New Line Cinema, DC, Turner Library, Crunchyroll, Rooster Teeth e Looney Tunes, entre outros estejam presentes.

A HBO Max promete contar com mais de 10.000 horas de conteúdo em seu lançamento, incluindo séries da HBO, filmes clássicos além de filmes de Hayao Miyazaki e seu Studio Ghibli.

Vale destacar que o preço de quase US$ 15 dólares fica bastante além dos preços cobrados por suas concorrentes Disney+ e Apple TV+, no entanto, é o mesmo valor já cobrado pelo pacote HBO Now.

Outro ponto é que segundo o The Verge, a empresa deve lançar uma versão gratuita do serviço em 2021 com anúncios.

Não há data para o serviço de streaming da Warner chegar ao Brasil.


Vitor Cayres

Vitor Cayres

Fundador, formado em Publicidade e Propaganda, paulista e, enquanto não consegue ir para Marte, acredita que um dia teremos respostas sobre as origens dos Aliens.

Comentários