Polêmicas

Delta Airlines faz censura homofóbica em filme de Olivia Wilde e diretora fica furiosa

A empresa censurou beijos entre duas garotas e até mesmo a palavra “lésbica”.

  Paulo C. Góis    terça-feira, 29 de outubro de 2019

Uma situação absurda ocorreu recentemente nos Estados Unidos.

A empresa Delta Airlines praticou censura homofóbica no filme Fora de Série (Booksmart, no original em inglês), da diretora Olivia Wilde.

Não é incomum que as empresas de aviação cortem cenas mais pesadas de filmes adultos, mas nesse caso outra coisa aconteceu: a Delta removeu cenas de beijo entre duas garotas (enquanto os beijos heterossexuais continuaram no filme) e até mesmo menções à palavra “lésbica”.

Isso deixou Wilde furiosa, e ela se pronunciou através do Twitter:

“Isso é realmente irritante. Não há nudez nessa cena. O que faz ela se tornar tão obscena para ser assistida em um avião? Censurar a palavra ‘lésbica’ já é completamente insano, o que está acontecendo?”

A diretora ainda disse que o romance entre as duas garotas é “parte integral da jornada dessa personagem”:

“Eu não entendo. Meu coração está partido. Estou tentando chegar ao fundo disso; eu quero que as pessoas tenham a experiência de assistir o filme completo.”

Beanie Felstein, que atua no filme, também falou sobre o assunto:

“Nosso filme é uma representação muito bonita da experiência de jovens LGBTs. Eu sou uma pessoa LGBT. Então vamos investigar isso, não se preocupem.”

 


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários

Relacionados