Críticas

Crítica | Exterminador do Futuro: Destino Sombrio é um belo espetáculo para fãs da franquia

Exterminador do Futuro: Destino sombrio estreia nessa quinta-feira nos cinemas brasileiros.

  Pedro Borges    terça-feira, 29 de outubro de 2019

Exterminador do Futuro

Um acerto da FOX, Exteminador do Futuro: Destino Sombrio entrega nostalgias em diversos aspectos e várias cenas de fan service.

Na trama, o Exterminador interpretado pelo Gabriel Luna é enviado para matar Dani, interpretada pela Natalia Reyes enquanto Grace, interpretada pela Mackenzie Davis, é enviada para protegê-la.

O filme conta com retornos de Linda Hamilton no papel de Sarah Connor e Arnold Schwarzenegger novamente no papel do tão famoso T-800.

O sexto filme da franquia é uma continuação direta de Exterminador do Futuro 2: Julgamento Final, ignorando todos os outros 3 filmes que vieram depois. Com isso, podemos perceber o que faltou nesses filmes: a presença da Linda Hamilton.

Após quase 3 décadas, Hamilton volta a interpretar a Sarah Connor e mesmo não sendo a personagem principal da trama, é de fato o principal destaque do filme. A atriz é irretocável, durona e acima de tudo carismática, roubando a cena toda vez em que aparece.

As novas integrantes nessa franquia, Mackenzie Davis e Natalia Reyes conseguem excercer bem seus respectivos papéis e contam com um belo trabalho em equipe tanto em cenas de ações, como em cenas de drama.

O Exterminador enviado do futuro dessa vez é interpretado por Gabriel Luna que, mesmo não sendo um ponto negativo, não é um bom aspecto do filme. A trama flui tão bem quando está somente o trio principal em cena, que sua presença no filme se torna chata e desanimante, porém seu papel está longe de tirar o brilho que o filme possui.

Mesmo com menos destaque nessa sequência, Arnold Schwarzenegger nos trás um tom nostálgico com suas frases e jeito de se vestir, mostrando que após todos esses anos, o carisma do ator não se perdeu.

Vale ressaltar a brilhante direção de Tim Miller, o mesmo diretor do primeiro longa do Deadpool. Miller mostrou mais uma vez que sabe trabalhar com cenas de ações, perseguições e principalmente efeitos especiais. Tirando um flashback do T-800 e da Sarah, o filme é impecável nesse quesito.

Exterminador do Futuro: Destino Sombrio é um grande presente para os fãs da franquia, entregando frases, cenas e personagens nostálgicos e com uma direção brilhante, nos deixando sem fôlego em diversas cenas.


Pedro Borges

Pedro Borges

Pedro Borges, viciado em filmes, nerd desde criança e escrever sobre esses assuntos é o que eu mais gosto de fazer.

Comentários