Filmes

Coringa em mais uma polêmica: filme tem música de um condenado por pedofilia

E lá vamos nós…

  Paulo C. Góis    quinta-feira, 10 de outubro de 2019

E o filme do Coringa está envolvido em mais uma polêmica.

Dessa vez o motivo não é o seu enredo que glorifica a violência e gera empatia por um assassino. Não, acontece que a trilha sonora do longa de Todd Phillips conta com a música ‘Rock and Roll Part 2‘, de Glitter – nome artístico de Paul Gadd.

O artista, que provavelmente está lucrando bastante com o lançamento do filme, foi condenado a 16 anos de prisão em 2015 por ter estuprado uma menina de 13 anos e tentando estuprar outra ainda mais nova.

Em 1999, Grudd admitiu ter em sua posse pornografia infantil – o que o levou à cadeia por quatro meses. Sete anos depois, enquanto vivia no Vietnã, ele foi condenado por abuso sexual contra crianças e sentenciado por quase 3 anos.

A escolha de trilha é controversa e gera bastante discussão sobre a moral e a ética dos produtores. O ator Rahul Kohli, conhecido por interpretar o Dr. Ravi Chakrabarti na série ‘iZombie‘, disse em seu Twitter que, apesar de ter gostado bastante do filme, esse detalhe pode deixar grande parte do público desconfortável.

A Warner Bros. ainda não comentou publicamente o assunto e nem declarou o responsável pela escolha da música.

 


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários