Filmes

“Brad Pitt sempre tinha um baseado”, diz Edward Norton sobre gravações de ‘Clube da Luta’

A dupla fumava maconha para controlar o medo de que o filme fosse um fracasso.

  Paulo C. Góis    terça-feira, 29 de outubro de 2019

Edward Norton e Brad Pitt estavam bastante inseguros sobre o sucesso de ‘Clube da Luta‘ durante as gravações do longa.

Norton (O Incrível Hulk) revelou em entrevista ao podcast WTF que ele e Pitt tinham quase certeza de que a produção seria um total fracasso, e resolviam a ansiedade fumando um baseado de maconha.

“Eu lembro dele [Brad Pitt] olhando de lado para mim e dizendo, ‘como você acha que isso vai ser?’. E eu respondi para ele que achava que iria muito mal. Ele concordou comigo e me chamou para fumar. Ele sempre tinha um baseado.”

Entretanto, a sensação mudou após assistirem o filme nos cinemas. A partir dali, eles ficaram bastante confiantes de que seria o melhor filme de suas vidas e até chegaram a chorar:

“Eu lembro que quando saiu nós fomos em um festival e as pessoas vaiaram, algumas até saíram da sessão. Mas nós ficamos lá sentados assistindo e havia esse clima negativo na sala e ele [Brad Pitt] virou para mim e disse: ‘Eu acho que esse é o melhor filme que vou fazer na vida’. Eu respondi: ‘Eu também acho’. Nós estávamos nos abraçando e chorando, estávamos muito felizes.”

E não é que eles estavam certos? A adaptação do livro de Chuck Palahniuk, que teve direção de David Fincher, tornou-se simplesmente uma das produções mais aclamadas do cinema contemporâneo.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários