Polêmicas

Após polêmica e chuva de críticas, Netflix esclarece nova funcionalidade

A gigante do streaming quer que os assinantes assistam seu conteúdo mais rápido.

  Paulo C. Góis    terça-feira, 29 de outubro de 2019

A Netflix quer que você assista as séries e filmes mais rápido – é claro, para consumir mais.

A gigante introduziu no seu aplicativo para Android – bastante discretamente, diga-se de passagem – uma nova funcionalidade que permite aos usuários aumentarem a velocidade em que as séries e filmes estão sendo exibidos.

A ferramenta permite que o conteúdo seja acelerado em 0.5x, 0.75x, 1.0x, 1.25x ou 1.5x., permitindo que o vídeo seja assistido em menos tempo como já é costume fazer com podcasts e audiolivros.

Os produtores de conteúdo audiovisual, em particular os diretores, ficaram furiosos com a medida – e não é para menos. O cinema é uma obra de arte e chega com a edição perfeita calculada pelo diretor para ser consumida daquela forma. Alterar a velocidade de exibição é transformar a própria experiência de entretenimento e mexer na arte de outras pessoas.

Agora, a empresa veio a público explicar a situação:

“Esse teste gerou uma quantidade razoável de feedback – tanto positivo quanto negativo. Somos sensíveis à preocupação dos criadores de conteúdo e não incluímos telas grandes, como TVs, neste teste.”

A Netflix também explicou que não deixará usuários utilizarem a ferramente de aumento de velocidade como padrão. Eles terão de selecionar a opção todas as vezes que quiserem utilizá-la. Como isso torna a situação mais aceitável, entretanto, é um mistério.

A vice-presidente da empresa, Keela Robinson, disse ainda que a funcionalidade poderia ajudar usuários que querem assistir suas cenas favoritas para “captar mais detalhes”.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários