,

 Pais norte-americanos estão tentando fazer com que a HBO pare de exibir Euphoria

Euphoria estreou no canal a cabo HBO no último domingo (16), e não agradou parte dos pais conservadores dos Estados Unidos, por conter nudez explicita, abuso de drogas e estupro.

Com isso, Conselho de Pais da TV norte-americana, grupo que atua como um censor de conteúdos, pede que a série seja retirada do ar. Em comunicado, a organização mostra preocupação com os conteúdos exibidos.

Em nota, o Conselho diz que:

“Parece ser um marketing público e intencional de conteúdo adulto gráfico – sexo, drogas, profanidade e violência – para adolescentes e pré-adolescentes”, diz o pedido.

Vale destacar que a crítica especializada também está dividida com o conteúdo apresentado pela HBO. Para a Variety, Euphoria é “uma selvagem e inquietante jornada”, enquanto o The Hollywood Reporter questiona “até quanto de drogas e sexo entre jovens é o bastante?”. Teve até quem comparasse 13 Reasons Why, da Netflix, dizendo que a série produzida pela cantora teen, Selena Gomez, ‘fica no chinelo’, perto da nova produção da HBO, estrelado por Zendaya.

Por outro lado, Brian Walsh, executivo da Foxtel, uma das produtoras da série, respondeu ao grupo que pede a retirada de Euphoria do ar.

“Essa série não é para todo mundo. Não é para o seu filho de 14 anos. A classificação é um aviso para os usuários do streaming e há uma boa razão para a série estar na faixa noturna. A série nem sempre é fácil de assistir e não há dúvidas que ultrapassa limites, mas é provocativa, autêntica e inesquecível”, defendeu o executivo.

Euphoria está em exibição na HBO e HBO GO.

Escrito por Vitor Cayres

Criador, 25 anos, formado em Publicidade e Propaganda, paulista e, enquanto não consegue ir para Marte, acredita que um dia teremos respostas sobre as origens dos Aliens.

Carregando...

Por que a internet passou a amar Keanu Reeves nos últimos dias?

Empresa de J. J. Abrams fecha acordo milionário com a Warner e fãs especulam reboot de ‘Superman’