Notícias

Jessica Chastain critica uso leviano do estupro em ‘Game of Thrones’ – entenda!

Atriz indicada ao Oscar reclamou do diálogo entre Sansa e Cão de Caça.

  Paulo C. Góis    terça-feira, 07 de maio de 2019

Jessica Chastain não está feliz com Game of Thrones.

A atriz indicada ao Oscar foi ao Twitter depois do episódio do domingo, 5 de maio, para chamar a atenção de um momento específico envolvendo sua colega de elenco em X-Men: Fênix Negra, Sophie Turner.

No episódio, intitulado “The Last of the Starks“, Sansa Stark (Turner) teve uma conversa com o Cão de Caça (Rory McCann) sobre os abusos sexuais e físicos que ela sobreviveu nas mãos de Ramsay Bolton (Iwan Rheon). Sansa disse que isso a tornava uma pessoa mais forte.

Chastain se indignou no Twitter pelo uso de estupro como um recurso para tornar uma personagem mais forte.

“Estupro não é uma ferramenta para tornar um personagem mais forte. Uma mulher não precisa ser vitimada para se tornar uma borboleta”, Chastain twittou. “O passarino sempre foi uma Fênix. Sua força predominante é unicamente por causa dela. E ela sozinha.”

A cena remontou a momentos anteriores com os personagens, especialmente na segunda temporada, quando o Cão de Caça tentou retirar Sansa de King’s Landing. Ela se recusou a ir com ele. Chamando-a pelo seu apelido, “passarinho”, ele disse que se ela tivesse ido com ele, ela não teria sido vítima de abuso e manipulação.

“Sem Mindinho e Ramsay e o resto, eu teria sido um passarinho a vida inteira”, disse Sansa.

E aí, o que acham?


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários