,

Ex-empresário de Stan Lee deverá pegar até 10 anos depois de cometer crimes contra o escritor

Na semana passada, noticiamos que o ex-empresário de Stan Lee, Keya Morgan, foi preso sob acusações de abuso contra idosos. Agora, um novo relatório divulgado na última terça (28) afirma que Morgan pode pegar até 10 anos de prisão, se condenado.

Keya Morgan, além de ser acusado de abuso, também responde por crimes como roubo e fraude. A acusação incluiu o fato dele ter tentando separar Lee de sua família e ter roubado mais de 262 milhões de dólares das sessões de autógrafos que Stan Lee concedia em eventos.

Como o caso está sendo investigado pelo Departamento de Polícia de Los Angeles e Keya foi preso no Arizona, ele deverá ser transferido e o julgamento ainda não tem data marcada.

Keya Morgan está sendo investigado mesmo antes do falecimento de Stan Lee, que se deu em novembro de 2018. O criador de vários dos personagens mais icônicos da Marvel não foi a única vítima dos crimes do empresário, que responde também por crimes cometidos contra outros idosos.

Escrito por Vitor Cayres

Criador, 25 anos, formado em Publicidade e Propaganda, paulista e, enquanto não consegue ir para Marte, acredita que um dia teremos respostas sobre as origens dos Aliens.

Carregando...

Joel Kinnaman confirma seu retorno como Rick Flag em ‘Esquadrão Suicida 2’

J.K. Rowling publicará mais 4 livros do universo Harry Potter