Notícias

Estamos em 2019 e padres poloneses estão queimando livros de Harry Potter

Parece brincadeira, mas infelizmente não é.

  Paulo C. Góis    quarta-feira, 03 de abril de 2019

De novo isso.

Em 2001, quando Harry Potter e a Pedra Filosofal virou filme e fez sucesso em todo o mundo, diversos cristãos fizeram uma campanha para queimar os livros de J.K. Rowling.

Agora, de acordo com informações da BBC, um grupo de padres poloneses está replicando essa atitude. Além de Harry Potter, vários outros títulos de fantasia foram incendiados por serem “ocultistas” e “satânicos”.

A paróquia pediu para que seus fieis trouxessem tudo de “maligno” que tivessem em casa para purificar seus lares, e a cerimônia ocorreu sob a leitura de passagens da bíblia, como a seguinte, de Atos:

Muitos também dos que tinham praticado artes mágicas ajuntaram os seus livros e os queimaram na presença de todos; e, calculando o valor deles, acharam que montava a cinquenta mil moedas de prata.

Outra passagem, de Deuteronômio, diz:

Queime as imagens dos seus deuses. Não deseje a prata ou o ouro que estão neles e nem pegue-os para si mesmo, ou você será manipulado por ele. Isso é abominável para o Senhor Seu Deus.

Então tá, né? A gente que tem o que fazer segue de boa.


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários