Filmes

Ancine suspende repasse de verbas e produção audiovisual brasileira fica ameaçada

A Agência Nacional de Cinema (Ancine) suspendeu todo o repasse de verbas para a produção de filmes e séries brasileiros.

  Paulo C. Góis    segunda-feira, 22 de abril de 2019

A Agência Nacional de Cinema (Ancine) suspendeu todo o repasse de verbas para a produção de filmes e séries brasileiros.

A decisão foi tomada pelo presidente do órgão, Christian de Castro, após uma resolução do Tribunal de Contas da União – TCU recomendando que fossem investigadas algumas irregularidades na prestação de contas da instituição.

As atividades da Ancine ficarão suspensas até o órgão comprovar sua capacidade de analisar contratos, de acordo com um comunicado oficial publicado na quinta-feira (18). Cabe destacar que o presidente tomou a decisão sem consultar os demais diretores da entidade.

Isso significa, na prática, que o repasse de verbas para a produção de filmes e séries no Brasil está paralisado indefinidamente.

A verba da Ancine é crucial para manter a indústria audiovisual brasileira – que é bastante aclamada – funcionando. A decisão vem, inclusive, em um momento em que nada menos que quatro filmes brasileiros foram selecionados para o Festival de Cannes, na França.

O filme Bacurau, de Kleber Mendonça Filho, concorre à Palma de Ouro este ano.

 


Paulo C. Góis

Paulo C. Góis

Paulo Cesar Góis, tradutor e redator. Foi introduzido por Harry Potter no mundo nerd. Desde então devorou de Duna a Sandman, e usa a fantasia e a ficção científica para tornar o universo um pouco mais mágico.

Comentários