,

“Não quero ser visto como um caso isolado” – Jussie Smollett comenta agressão racista e homofóbica

O ator Jussie Smolett, da série Empire, sofreu na última semana um crime de ódio bastante grave enquanto saía de um restaurante nos Estados Unidos.

Dois homens com máscaras de esqui o espancaram, enforcaram e derramaram alvejante sobre seu corpo enquanto gritavam ofensas racistas e homofóbicas.

Poucos dias antes o ator tinha recebido uma carta com ameaças que incluía a sigla “MAGA”, Make America Great Again, o lema da campanha de Donald Trump, atual presidente do país.

Agora, ele finalmente comentou a situação em entrevista ao Entertainment Weekly.

Deixe-me começar dizendo que estou bem. Meu corpo é forte, e minha alma é mais forte ainda. Mais importante, gostaria de agradecer a todos. O amor e apoio de meus amigos e colegas significa muito para mim, me faltam palavras para expressá-lo. Eu estou colaborando com as autoridades, e tenho sido 100% verdadeiro e consistente em todos os níveis. Mesmo com as minhas frustrações e graves preocupações com certas inverdades e más representações que têm sido espalhadas, eu ainda acredito que a justiça será feita.

Minhas irmãs, irmãos e pessoas que não tem gênero definido são agredidas todos os dias. Eu não quero ser visto como um acidente isolado. Nós iremos conversar em breve, eu vou vou falar sobre todos os detalhes desse incidente horrível. Eu preciso de um momento para processar tudo isso. Mais importante, durante tempos de trauma, luto e dor, ainda existe a oportunidade de liderar com amor. É só isso que eu sei. E isso não pode ser tirado de mim.

O ator foi liberado do hospital no dia 30 e está estável.

Carregando...

Reações à exibição-teste de ‘Capitã Marvel’ são bastante positivas

Warner desmente rumor sobre produção de filme do ‘Batman do Futuro’